Com pênalti aos 50’ do segundo tempo, Coritiba vence o Juventude e se mantém na briga pelo acesso.

Roger Pereira


Em partida realizada na noite desta sexta-feira, no Couto Pereira, o Coritiba dominou o Juventude do início ao fim, abriu o placar no primeiro minuto do segundo tempo, ficou com um jogador a mais a partir do 22 minutos, mas deixou o time gaúcho empatar, aos 44’ da etapa final. Mas um pênalti, num lance polêmico de bola na mão, aos 50 minutos permitiu ao Coxa seguir sonhando com o acesso à Série A. O capitão Wilson deixou o gol para cobrar a penalidade e dar a vitória ao time do Alto da Glória, que fica, agora a cinco pontos do G4.

Segundo melhor mandante da Série B, o Coritiba tomou a iniciativa da partida e criou as melhores chances de gols da primeira etapa. Apesar do controle das ações dos donos de casa, o Juventude foi o primeiro a assustar, aos 11 minutos, com Hugo Sanches. Aos 22, o Coxa respondeu e chegou a balançar as redes com Guilherme Parede, mas o impedimento já estava assinalado.

Com gol relâmpago de Alecsandro, o Coxa abriu o marcador na volta do intervalo. No primeiro minuto, o atacante se antecipou à marcação e desviou o cruzamento para fazer 1 a 0. Mesmo com um jogador a menos, após a expulsão de Leandro Lima, o Juventude chegou ao empate aos 44 minutos com Elias.

Sem tempo para lamentar, o Alviverde paranaense pressionou nos acréscimos. Até que, no último lance do jogo, em falta cobrada na área, Rafael Lima desvia de cabeça e a bola bate no braço de Lucas. Pênalti que, depois de dois minutos de reclamação de todo o time do Juventude, Wilson cobrou para fazer 2 a 1

Com a vitória, o Coritiba subiu para a oitava posição com 43 pontos, cinco a menos que o Avaí-SC, quarto colocado. Com 32 pontos, o time gaúcho segue ameaçado pelo rebaixamento, na 16ª posição.

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal