Com pênalti desperdiçado por Cueva, Peru perde para a Dinamarca

Folhapress


A volta do Peru à Copa do Mundo após 36 anos de ausência não começou bem. Com direito a pênalti desperdiçado pelo são-paulino Cueva, a seleção sul-americana pressionou e dominou, mas perdeu por 1 a 0 da Dinamarca em sua estreia no no grupo C, neste sábado (16), em Saransk. Yussuf Poulsen fez o gol da seleção europeia.

Paolo Guerrero, que precisou recorrer à justiça comum para se livrar de uma condenação por doping e disputar o Mundial, começou no banco. O camisa 9 entrou só aos 17 minutos do segundo no lugar de Flores e quase fez um golaço de calcanhar. O Peru teve as melhores chances do jogo, mas perdeu muitas oportunidades e acabou punido.

As equipes voltam a campo na próxima quinta-feira (21). Com três pontos, a Dinamarca enfrenta a Austrália em Samara, às 9h (de Brasília). Já o Peru tenta a recuperação contra a favorita França, em Ecaterimburgo, às 12h.

O Peru começou o jogo em ritmo mais acelerado e pressionou a Dinamarca nos minutos iniciais. Com várias chegadas em velocidade de Carrillo, Farfán e Cueva, o ataque fez os defensores europeus correrem para trás e causou vários problemas. A melhor chegada foi de Farfán, que recebeu bola em profundidade de Carrillo e ficou em ótima condição na área, mas teve o chute travado de forma espetacular pelo capitão Kjaer.

Depois do início intenso do Peru, a Dinamarca acalmou o jogo e ficou mais com a posse de bola. Mas sofreu para criar alguma coisa diante da bem postada defesa dos sul-americanos. Principal fonte de criação do time, o meia Eriksen ficou isolado nas tentativas de tabela e tentou levar perigo mais com cruzamentos. Os pontas Poulsen e Sisto não ganharam os duelos individuais com os laterais do Peru, e os dinamarqueses só assustaram o goleiro Gallese em um chute de fora da área de Schöne.

Em uma das boas chegadas da seleção do Peru no primeiro tempo, Cueva trocou passes no ataque, recebeu na área, fez o corte em Poulsen e foi para o chão. O árbitro Bakary Gassama mandou o lance seguir na hora, mas depois de alguns segundos voltou atrás e reviu o lance no vídeo. Dessa vez, mudou sua interpretação e assinalou o pênalti. O próprio Cueva foi para a batida, mas pegou mal demais na bola e mandou por cima. O meia do São Paulo foi para o intervalo muito abalado pelo erro, mas foi consolado pelos companheiros.

Na melhor chance do Peru no começo do segundo tempo, Cueva deu lindo corte em Kjaer dentro da área e acionou Carrillo, que se atrapalhou na hora de chutar. Na sequência, Flores bateu e Schmeichel pegou. A punição veio dois minutos depois: : em contra-ataque, Poulsen recebeu em condição legal, invadiu a área pela esquerda e tocou na saída de Gallese para abrir o placar para a Dinamarca.

Depois do gol dinamarquês, o jogo seguiu com o Peru pressionando e Schmeichel garantindo o resultado

 

Previous ArticleNext Article