Com um a menos, Operário segura Bragantino e vai decidir vaga da final em casa

O Operário segurou o Bragantino, neste sábado (1), pela partida de ida da semifinal da Série C do Campeonato Brasileiro,..

Francielly Azevedo - 01 de setembro de 2018, 18:00

SÃO PAULO,SP,01.09.2018:BRAGANTINO-OPERÁRIO - Lance durante a partida entre Bragantino SP e Operário PR, válida pela Série C do Campeonato Brasileiro 2018, no Estádio Nabi Abi Chedid em Bragança Paulista (SP), neste sábado (01). (Foto: Fábio Moraes/Futura Press/Folhapress)
SÃO PAULO,SP,01.09.2018:BRAGANTINO-OPERÁRIO - Lance durante a partida entre Bragantino SP e Operário PR, válida pela Série C do Campeonato Brasileiro 2018, no Estádio Nabi Abi Chedid em Bragança Paulista (SP), neste sábado (01). (Foto: Fábio Moraes/Futura Press/Folhapress)

O Operário segurou o Bragantino, neste sábado (1), pela partida de ida da semifinal da Série C do Campeonato Brasileiro, no Estádio Nabi Abi Chedid. Sem muita criatividade, o Fantasma pouco criou e ainda ficou com um jogador a menos no segundo tempo. Com isso, restou ao time segurar o placar empatado, em 0 a 0, para levar a decisão por uma vaga na final para o Germano Krüger, no próximo domingo (9).

O jogo começou morno, com as duas equipes tentado poucos passes longos com ligação direta. Aos 22, o Bragantino chegou com mais perigo e obrigou Simão a fazer a defesa. Mateus Peixoto recebeu o lançamento de Rafael Chorão, avançou e soltou uma bomba para o goleiro do Fantasma espalmar.

Sem muita criatividade, o alvinegro paranaense até tentava chegar, mas esbarrava na defesa bem fechada o Bragantino.

Na volta do intervalo, aos 11, o Operário ficou com um a menos em campo. Chicão cometeu falta dura em Marquinhos, recebeu o segundo amarelo e terminou expulso.

Em desvantagem número, restou ao Fantasma mudar a estratégia de posicionamento e arriscar. Aos 16, Quirino arrancou pela esquerda e cruzou para Bruno Batata. Só que Magno evitou o gol da equipe pontagrossense.

O duelo seguiu truncado, sem grandes oportunidades para o Operário. Já no finzinho, o Bragantino esboçou uma pressão. Aproveitando a vantagem com um jogador a mais, os donos da casa tentaram chegar ao gol e garantir um placar positivo na primeira partida da decisão.

Aos 49, o Operário teve uma boa oportunidade. Quirino avançou para área e da linha de fundo cruzou, mas Dione desperdiçou na cara da meta.

O jogo de volta será no próximo domingo (9), às 15h30 (de Brasília), no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.