Construída para a Copa do Mundo, Arena da Baixada é desprezada na Copa América

Redação


Considerado um dos estádios mais modernos do país, a Arena da Baixada foi esquecida pela Conmebol e não será palco de jogos da Copa América, a ser disputada no Brasil em sete cidades. Com isso, o estádio atleticano, cujo custo ainda não foi totalmente pago e está em meio a um imbróglio com o governo do estado, foi desprezado pela organização. Esse esquecimento é o segundo revés que o clube recebe, meses após a CBF determinar que a partir de 2018 a arena deverá ter seu piso trocado de grama sintética para grama natural para a disputa do Brasileirão.

A Copa América contará com 16 seleções, sendo 10 da América do Sul e outras seis convidadas, que podem incluir europeias. Em 2015 as seleções do México e da Jamaica foram as convidadas e em 19 os convites serão ampliados.

São Paulo será a única sede com dois estádios – as Arenas de Corinthians e Palmeiras – enquanto nas outras cidades serão utilizados os estádios da Copa do Mundo de 2014 e o Beira-Rio pode ser a sede de Porto Alegre. As seis cidades definidas são São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Salvador e Porto Alegre. A sétima sede está entre Fortaleza e Recife.

A partir de 2020, a Copa América será sempre disputada em anos pares juntamente com a Eurocopa.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="427192" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]