Brasil joga bem, vence o México e avança na Copa

Roger Pereira


Pela sétima copa consecutiva, o Brasil está entre as oito melhores seleções do Mundo. Numa atuação consistente e convincente, o Brasil venceu o México por 2 a 0 e avançou para as quartas de final da Copa do Mundo da Rússia, numa partida em que a defesa foi extremamente segura e o ataque produziu várias oportunidades de gol. Depois de “saber sofrer” no primeiro tempo, com um início de pressão mexicana, o Brasil foi soberano na etapa final, decidindo o jogo sem sustos.

O técnico Juan Carlos Osorio prometeu um México ofensivo. E cumpriu. Os mexicanos começaram o jogo controlando a posse de bola, trocando passes no ataque e criando as melhores chances. Logo no primeiro minuto, já criou a primeira oportunidade, quando, em cruzamento da esquerda, Alison saiu de soco para afastar, mas a bola sobrou para Lozano que chutou, mas foi travado por Miranda. O Brasil até respondeu com um chute de fora de Neymar, aos 4’, sem muito perigo para Ochoa, mas os primeiros 15 minutos foram de pressão do México, sem o Brasil conseguir sair jogando.

A estratégia mexicana de ficar com a bola ficou clara aos 20 minutos, quando roubou uma bola de Neymar, partiu no contra ataque em três contra três, mas abriu mão da jogada aguda para ficar com a posse, recuando a jogada. No lance seguinte, uma grande jogada, que só não foi mais perigosa porque Casemiro travou o chute.

Após a metade do primeiro tempo, o Brasil conseguiu se encontrar e passou a ter as melhores chances. Aos 24’, Filipe Luis ganhou de cabeça e a bola fica com Neymar na ponta esquerda. Ele avançou para cima da marcação, entortou Rafa Marques e chutou, mas Ochoa defendeu. Aos 26’, chegou bem de novo, trocando passes perto da área até Coutinho finalizar para fora

Depois desses sustos, o México diminuiu o ritmo e a situação passou a ficar mais sob controle. Aos 32 minutos, a melhor chance: na tabela entre Gabriel Jesus e Coutinho, o camisa 9 finalizou, Ochoa defendeu, Coutinho ainda pegou o rebote, mas bateu mal. E o primeiro tempo acabou com o Brasil melhor na partida.

O segundo tempo começou com o Brasil querendo o gol. Logo aos 2 minutos, Coutinho teve a primeira chance. Em cobrança de escanteio curto, ele avançou pela ponta esquerda, invadiu a área e bateu forte, mas Ochoa defendeu de novo.

O gol veio aos 5 minutos, em bela trama ofensiva. Neymar recebeu pela esquerda e correu para o meio, levando toda a marcação. Willian ultrapassou pelas costas, recebeu belo passe de calcanhar e foi ao fundo cruzar para o próprio Neymar completar para o gol.

Mesmo depois do gol, o Brasil seguiu dominando e correndo pouquíssimos riscos. Alison só precisou fazer uma defesa, enquanto Ochoa era o grande nome do México na partida. Até os 22 minutos, o goleiro mexicano fez mais três grandes defesas, evitando que o Brasil ampliasse o placar.

Depois disso, o Brasil diminuiu o ritmo e passou a controlar mais o jogo no meio de campo. Tite colocou Fernandinho e Firmino em jogo. E os dois foram decisivos para o segundo gol. Fernandinho roubou uma bola no meio de campo, e enfiou para Neymar. O camisa 10 avançou pela ponta esquerda e bateu cruzado para Firmino chegar completando para o gol. Matando o jogo e colocando o Brasil nas quartas de final.

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="533799" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]