Brasil passa bem pela Rússia no primeiro teste sem Neymar

Roger Pereira


Como a seleção brasileira vai se virar em uma eventual ausência de Neymar? A dúvida durou 45 minutos. Depois do segundo tempo da partida desta sexta-feira contra a Rússia, o primeiro amistoso preparatório para a Copa do Mundo, a seleção brasileira mostrou que tem conjunto e peças para dividir a responsabilidade com seu maior craque. Com grande atuação de Paulinho, mas também de Willian, Philipe Coutinho e Douglas Costa, entre outros,  a seleção fez um ótimo segundo tempo e construiu, com naturalidade uma vitória por 3 a 0 diante dos anfitriões do mundial.

O primeiro tempo até foi equilibrado. Empurrados pela torcida, os russos foram ao ataque e tiveram as melhores chances, principalmente quando pressionaram a saída de bola brasileira. Sem as investidas de Neymar, o Brasil não aproveitou os espaços para os contra-ataques e, quando chegou á área adversária, o fez com poucos jogadores, parando na marcação.

Sem substituições no intervalo, mas com mudança de postura, a seleção de Tite voltou bem melhor na segunda etapa. Douglas Costa, Willian e Coutinho foram se soltando, e o Brasil criando espaços. Paulinho, sempre como elemento surpresa, aproveitou muito bem esses espaços e as jogadas de ataque foram saindo ao natural.

Não demorou e veio o primeiro gol. Em jogada curta de escanteio, aos sete minutos, Thiago Silva cabeceou o cruzamento de Willian. O goleiro espalmou e Miranda aproveitou o rebote para abrir o placar.

Dez minutos depois, Paulinho, que já havia chegado com perigo em duas oportunidades, mas falhado na finalização, infiltrou-se na área de novo e, desta vez, foi derrubado. Pênalti que Philipe Coutinho cobrou com precisão.

A voluntariedade de Paulinho foi premiada aos 20 minutos, quando Willian fez grande jogada pela direita e cruzou na cabeça do volante que, sem nem mais o goleiro pela frente, marcou o terceiro gol brasileiro.

Depois dos 3 a 0, o Brasil diminuiu o ritmo. Tite fez várias mudanças para testar Firmino, Renato Augosto, Taisos, Fred, Fagner e Geromel e a seleção até tomou alguns sustos. No maior deles, Willian passou errado uma bola para dentro da área brasileira Miranchuk aproveitou a bobeira e tocou por cobertura sobre Alison, mas Thiago Silva salvou em cima da linha.

Um belo teste para a seleção, que na terça-feira, encara a Alemanha, em Berlim.

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal