Copa do Brasil
Compartilhar

Atlético-MG não perde por cinco gols há dez anos; último jogo rebaixou o Athletico

O Athletico tem uma missão muito complicada na final da Copa do Brasil e precisa reverter a goleada sofrida para o Atlét..

Pedro Melo - 13 de dezembro de 2021, 18:12

(Pedro Souza/Athletico)
(Pedro Souza/Athletico)

O Athletico tem uma missão muito complicada na final da Copa do Brasil e precisa reverter a goleada sofrida para o Atlético-MG por 4 a 0 para conquistar o título. Além de enfrentar um dos principais elencos do futebol brasileiro, o Rubro-Negro ainda vai ter que enfrentar um tabu: o Galo não perde por cinco gols de diferença desde 04 de dezembro de 2011. O levantamento foi feito pelo UOL.

Na ocasião, Cruzeiro e Athletico brigavam para escapar do rebaixamento à Série B, e a última rodada tinha clássicos. Com isso, a Raposa encarou o Atlético-MG, enquanto o Furacão enfrentou o Coritiba. O Rubro-Negro precisava da vitória na Arena da Baixada e ainda torcida por um triunfo do Galo.

Em Curitiba, o Athletico até fez a sua parte e venceu o Coritiba por 1 a 0. Porém, em Sete Lagoas, o Atlético-MG sofreu uma das maiores goleadas de sua história e perdeu para o Cruzeiro por 6 a 1. O resultado rebaixou o Furacão para a Série B.

ANÚNCIO

Desde então, o time mineiro disputou 684 partidas, entre amistosos e competições, e levou quatro gols apenas dez vezes. A última vez que isso aconteceu foi na última rodada do Brasileirão, quando os reservas perderam para o Grêmio por 4 a 3.

ATHLETICO ADMITE SITUAÇÃO COMPLICADA CONTRA O ATLÉTICO-MG

Uma década depois, o Galo precisa sofrer uma nova goleada para perder o título da Copa do Brasil. E o próprio técnico do Athletico, Alberto Valentim, já admitiu que a situação é complicada. "Lógico que temos que ser realistas, que é muito difícil nós revertermos na Arena. Temos que tentar vencer sim, utilizar a força da nossa casa, para que a gente ganhe lá, sim, para fazer uma outra grande partida dentro da Arena", disse.

Do outro lado, o técnico Cuca evitou a comemoração antecipada após a goleada do Atlético-MG. "Nós estamos muito, muito felizes, é lógico, como todo torcedor do Atlético. Vencemos a primeira das duas batalhas, abrimos uma boa vantagem e passamos, agora, a colocar toda a energia para o jogo de quarta-feira", afirmou.