Azuriz perde nos pênaltis para o Bahia e está fora da Copa do Brasil

O Azuriz está eliminado da Copa do Brasil. O time paranaense empatou no tempo normal com o Bahia em 1 a 1, mas caiu nos pênaltis por 4 a 3.

Pedro Melo - 10 de maio de 2022, 22:05

(Divulgação/Bahia)
(Divulgação/Bahia)

O Azuriz está eliminado da Copa do Brasil. Com o apoio da torcida que lotou as arquibancadas do estádio Os Pioneiros, o time paranaense empatou no tempo normal com o Bahia em 1 a 1, mas caiu nos pênaltis por 4 a 3.

Apesar da eliminação, a equipe paranaense tem muito a comemorar a primeira participação na Copa do Brasil. O Azuriz eliminou Botafogo-SP e Mirassol nas duas fases anteriores e somou mais de R$ 3 milhões apenas em premiação.

O time de Pato Branco abriu o placar logo aos dez minutos em um golaço de Wenderson. O camisa 8 arriscou chute de longe, a bola pegou efeito e entrou no ângulo esquerdo da meta defendida por Danilo Fernandes. E o segundo poderia ter saído ainda no primeiro tempo. Aos 28, Welisson cobrou falta do lado direito e acertou a trave.

Precisando do resultado, o Bahia voltou para o segundo tempo no ataque, mas com dificuldade para furar a marcação do Azuriz. E foi com uma ajuda da defesa paranaense que os baianos chegaram ao gol de empate. Aos 23 minutos, Djalma Silva fez boa jogada pela esquerda e mandou a bola na pequena área. O goleiro Caio falhou e Marcelo Ryan marcou de cabeça.

Nas cobranças de pênaltis, o Bahia acertou quatro cobranças com Daniel, Lucas Falcão, Djalma Silva e Marcelo Ryan, e perdeu com Marco Antônio. Já o Azuriz fez com Léo, Edson Carioca e Vinicius Guarapuava, e desperdiçou com Lucas Vieira e Igor Bosel. 

Com a queda na Copa do Brasil, o Azuriz volta as atenções para a disputa da Série D. O time de Pato Branco é o terceiro colocado do Grupo A7, com sete pontos, e joga novamente na próxima segunda-feira (16), às 19h, contra o Próspera.

FICHA TÉCNICA - AZURIZ (3) 1x1 (4) BAHIA

Data, horário e local: terça-feira (10), às 21h30, no estádio Os Pioneiros, em Pato Branco (PR).

Azuriz: Caio; Igor Bosel, Salazar, Vinícius Guarapuava e Jamerson; Natan (Léo), Wenderson (Lucas Vieira) e Berguinho (Léo Índio); Wellisson (Rone), Robinho e JP (Edson Carioca). Técnico: Fabiano Daitx.

Bahia: Danilo Fernandes; Douglas Borel (Jonathan), Ignácio, Luiz Otávio (Gabriel Xavier) e Luiz Henrique; Rezende (Lucas Falcão) e Patrick; Vitor Jacaré (Marcelo Ryan), Daniel e Marco Antônio; Matheus Davó (Djalma Silva). Técnico: Guto Ferreira.

Gols: Wenderson (AZU), aos 10' do primeiro tempo, e Marcelo Ryan (BAH), aos 23' do segundo tempo.

Cartões amarelos: Rezende, Luiz Otávio, Daniel e Lucas Falcão (BAH); Léo Índio (AZU).

Arbitragem: André Luiz de Freitas Castro (GO), auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO).