Coritiba perde do Corinthians e segue na lanterna do Campeonato Brasileiro

Jorge de Sousa

Coritiba perde do Corinthians e segue na lanterna do Campeonato Brasileiro

O Coritiba foi derrotado por 3 a 1 pelo Corinthians na noite desta quarta-feira (19) e segue sem vitórias e na lanterna do Campeonato Brasileiro.

O duelo foi realizado na Arena Corinthians, em São Paulo, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

A vitória deixou o Corinthians com quatro pontos conquistados em quatro rodadas, enquanto o Coritiba segue zerado e com apenas um gol marcado na competição.

Na quinta rodada do Campeonato Brasileiro, o Coritiba viaja para Bragança Paulista enfrentar o Red Bull Bragantino, neste domingo, às 16h;

Já o Corinthians vai atuar apenas na próxima quarta-feira (26), recebendo o Fortaleza na Arena Corinthians, às 21h30.

CORITIBA SOFRE COM EXPULSÃO PRECOCE E FALHA DE WILSON

O Coritiba conseguiu criar boa chance logo no primeiro minuto da partida. Sassá recebeu na intermediária e da entrada da área finalizou firme por cima da meta.

O Corinthians respondeu no minuto seguinte. Léo Natel recebeu na esquerda, cortou para o centro e finalizou firme para Wilson fazer boa defesa.

Nova chance do Corinthians aos 14 minutos. Jô fez o pivô e serviu Araos no canto da área. O meia bateu cruzado, mas Wilson espalmou a bola rasteira para o lado.

Mas o jogo começou a complicar para o Coritiba aos 15 minutos. Após falta de Araos em Yan Sasse, o atacante do Coritiba acertou cotovelada no queixo do chileno e foi expulso de forma direta.

O árbitro Bráulio da Silva Machado apontou um pênalti polêmico para o Corinthians aos 25 minutos. Após cruzamento da direita, Patrick Silva e Léo Natel se embolaram na área e o juiz viu penalidade.

Jô pediu a bola e bateu firme no canto esquerdo, mas Wilson voou na bola e fez bela defesa. Só que o VAR apontou que o goleiro não estava com um dos pés na linha e mandou a cobrança voltar.

O centroavante novamente foi para a cobrança e dessa vez bateu no meio do gol e Wilson novamente espalmou, dessa vez sem contestação da arbitragem.

Com um a mais em campo, o Corinthians dominou as ações e quase abriu o placar aos 33 minutos. Após cruzamento de Léo Natel, Ramiro pegou de primeira e a bola passou perto do poste esquerdo.

Léo Natel abriu o placar aos 37 minutos. O atacante arriscou de meia distância, a bola desviou em Róbson e matou Wilson na jogada.

Só que o Coritiba conseguiu empatar o jogo aos 42 minutos. William Matheus avançou e cruzou da esquerda, a bola passou pelo meio da área e chegou em Sassá no segundo poste. O centroavante bateu cruzado para vencer Cássio e balançar as redes.

O Corinthians voltou para pressionar no segundo tempo e quase abriu o placar no primeiro minuto. Após cruzamento de Éderson, Léo Natal bateu rasteiro e a bola passou perto do poste direito.

Mas aos três minutos, Jô se redimiu e conseguiu colocar o Corinthians na frente do placar. Araos cruzou da esquerda e o centroavante escorou de raspão, a bola quicou no chão e Wilson aceitou.

Sidcley quase ampliou o placar aos cinco minutos. Jô levantou a bola e Sidcley cabeceou firme. A bola passou por Wilson, mas Rhodolfo tirou de cima da linha.

Rhodolfo salvou mais uma vez o Coritiba aos 11 minutos. Fágner cruzou da direita, a bola desvia em William Matheus e Wilson quase empurrou para dentro do gol. Mas o zagueiro tirou a bola em cima da linha.

Jô teve nova chance para balançar as redes aos 14 minutos. Araos abriu a jogada para Fágner que finalizou firme para Wilson espalmar. Na pequena área, o centroavante pegou de primeira, mas mandou para fora.

Wilson fez outra boa defesa aos 21 minutos. Araos lançou Jô na área e o centroavante finalizou firme para o goleiro espalmar.

O duelo entre Jô e Wilson seguiu aos 38 minutos. Fágner cobrou escanteio, Éderson desviou e Jô escorou firme para Wilson fazer bela defesa.

Ainda deu tempo do Corinthians marcar o terceiro gol. Lucas Piton avançou pela esquerda e cruzou rasteiro para Mosquito empurrar para as redes em sua volta a equipe de Parque São Jorge.

LEIA MAIS: Bayern de Munique passa pelo Lyon e encara o PSG na final da Champions

Previous ArticleNext Article