Corinthians e Palmeiras ficam zerados no primeiro jogo da final do Paulista

Jorge de Sousa

Corinthians e Palmeiras ficam zerados no primeiro jogo da final do Paulista

Corinthians e Palmeiras não saíram do 0 a 0 no jogo de ida da final do Campeonato Paulista nesta quarta-feira (5), em jogo pouco técnico e muito disputado.

O duelo foi realizado na Arena Corinthians, em São Paulo, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

Com o empate sem gols na partida de ida, qualquer empate no jogo de volta no Allianz Parque leva a decisão para as penalidades.

Palmeiras e Corinthians decidiram o Campeonato Paulista pela última vez em 2018, quando a equipe de Parque São Jorge venceu o rival nas penalidades.

Desde o início da competição, as equipes decidiram o título em seis oportunidades, com três títulos para cada um dos times.

Como o segundo jogo da final do Campeonato Paulista será realizado neste sábado (8), ambas as equipes tiveram seus jogos pela primeira rodada do Brasileirão adiados.

CORITIBA DOMINA, MAS ATHLETICO CRESCE NO FINAL

Raphael Claus foi criticado pelos palmeirenses por não expulsar Jô no segundo tempo. (Cesar Greco)

O Corinthians iniciou melhor a partida e logo aos cinco minutos levou perigo ao gol do Palmeiras. Jô fez o pivô na entrada da área, girou bem, mas finalizou mascado e Weverton fez a defesa em dois tempos.

Ramiro teve chance de abrir o placar para o Corinthians aos 27 minutos. Luan deu bom lançamento para o meia, que dominou no peito, mas finalizou em cima de Weverton.

Mas Weverton faria seu principal “milagre” na partida aos 30 minutos. Luan cruzou da esquerda, Jô escorou de cabeça e a bola sobrou para Mateus Vital. O meia emendou de primeira e o goleiro fez linda defesa com uma mão no canto direito.

O Palmeiras conseguiu criar sua primeira chance de gol apenas aos 36 minutos. Gabriel Menino cobrou escanteio da esquerda, a bola passou pela pequena área, mas ninguém conseguiu desviar para o gol.

Ramires teve a oportunidade de balançar as redes nos acréscimos da primeira etapa. Luiz Adriano recebeu cobrança de lateral de Marcos Rocha no canto da área, girou sobre Gabriel e serviu o volante, que de primeira, mandou por cima da meta.

O jogo caiu de rendimento na segunda etapa, com as duas equipes sem conseguir criar boas jogadas e a partida concentrada na meia-cancha.

A primeira chance de gol da etapa final saiu aos 24 minutos. Bruno Henrique cobrou falta da meia-lua no canto de Cássio e o goleiro defendeu de soco.

Aos 32 minutos, Jô chegou solando em disputa com Gustavo Gómez, mas o árbitro Raphael Claus aplicou apenas o cartão amarelo para o atacante.

Previous ArticleNext Article