Corinthians perde do Guaraní e se complica na Copa Libertadores

Jorge de Sousa

Corinthians - Guaraní - Copa Libertadores da América

Mesmo tendo maior posse de bola e volume de jogo, o Corinthians não conseguiu criar grandes chances de gol e foi derrotado pelo Guaraní por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (5), tendo que vencer no jogo de volta para não ser eliminado na Copa Libertadores.

O duelo foi realizado no Estádio Nueva Olla, em Assunção, no Paraguai.

Para o jogo de volta, o Corinthians leva a vaga se vencer por dois gols ou mais de diferença. Vitória corintiana por 1 a 0 leva o jogo para as penalidades, enquanto triunfo corintiano por 2 a 1, 3 a 2 e afins dá a vaga para os paraguaios, assim como empate ou vitória do Guaraní por qualquer placar.

Quem avançar terá pela frente o vencedor do confronto entre Cerro Largo do Uruguai e Palestino do Chile. O primeiro confronto entre as equipes terminou em 1 a 1.

Caso passe pelas duas fases preliminares, o Corinthians irá encontrar o Palmeiras no Grupo B da Copa Libertadores, junto de Bolivar da Bolívia e Tigre da Argentina.

SEQUÊNCIA EM CASA

Antes do jogo de volta contra o Guaraní, na próxima quarta-feira (12), na Arena Corinthians, às 21h30, a equipe paulista entra em campo pelo Paulistão.

Neste domingo (9), também na Arena Corinthians, a equipe recebe a Inter de Limeira pela quinta rodada do Campeonato Paulista, às 16h.

FALTOU O GOL

Boselli - Corinthians - Guaraní - Copa Libertadores da América
Boselli mandou na trave a melhor chance do Corinthians na partida. (Reprodução/Twitter Conmebol Libertadores)

O Guaraní iniciou melhor a partida e criou boa chance logo aos dois minutos. Guillermo Benítez recebeu na entrada da área e pegou firme, mas no meio do gol e Cássio fez defesa sem ceder rebote.

O Corinthians respondeu aos três minutos. Fagner fez o cruzamento, Báez errou o corte e Janderson escorou perto do travessão.

Mas o Guaraní levou perigo aos cinco minutos. Redes recebeu na direita e chutou com efeito, a bola passou por toda a área e acertou o poste direito.

No minuto seguinte, Boselli foi derrubado por Benítez e o árbitro mandou o jogo seguir. Na sequência, Camacho atropelou Iván Ramírez e dessa vez a infração foi marcada. Na cobrança da falta, Ramírez cobrou na marca do pênalti e Morel apareceu sozinho -aproveitando erro na linha de impedimento da defesa, e cabeceou firme para o gol.

Na bola parada, o Corinthians conseguiu levar perigo aos 32 minutos. Após cruzamento no meio da área, Gil ganhou pelo alto e cabeceou perto do poste esquerdo.

Mas a melhor chance do Corinthians no jogo foi com Boselli, aos 37 minutos. Após bola rebatida, o atacante emendou de primeira e acertou o poste direito.

Ainda deu tempo de Servio salvar o Guaraní, aos 44 minutos. Cantillo lançou Everaldo na área e o atacante pegou firme para o goleiro espalmar.

A primeira chance do Corinthians na segunda etapa foi aos nove minutos. Cantillo aproveitou sobra na entrada da área e finalizou firme, mas no meio do gol e Servio fez boa defesa.

Lucas Piton quase empatou o jogo aos 32 minutos. Mateus Vital finalizou travado na entrada da área e a bola sobrou para o lateral, que chutou cruzado e a bola passou raspando o poste direito.

Previous ArticleNext Article