Corinthians perde para Millonarios na estreia de novo técnico

Folhapress

Na estreia do técnico Osmar Loss, 42, o Corinthians foi derrotado pelo Millonarios (COL) por 1 a 0, nesta quinta-feira (24), na Arena Corinthians.

A equipe alvinegra ficou na liderança do Grupo G da competição sul-americana com os mesmos 10 pontos do Independiente (ARG), o segundo colocado, mas com a vantagem de ter melhor saldo de gols (6 contra 2).

Em sua primeira partida sem o técnico Fábio Carille, que acertou contrato com o Al Wehda, da Arábia Saudita, na última terça-feira (22), o Corinthians foi comandado pelo ex-auxiliar e até ano passado técnico do sub-20 Osmar Loss, efetivado pela diretoria minutos após a confirmação da saída do antigo treinador.

O novo comandante não promoveu mudanças na equipe base que vinha atuando. Os únicos desfalques foram o goleiro Cássio e o lateral direito Fagner, ambos com a seleção brasileira que disputará a Copa do Mundo da Rússia. Seus substitutos foram Walter e Mantuan, respectivamente.


A mudança no banco não mexeu na forma do time alvinegro jogar. As linhas de marcação compactas, as boas trocas de passes e os rápidos contra-ataques, marcas registradas dos antecessores Carille e Tite, funcionaram como de costume. Uma prova de que essas características podem ser consideradas atualmente parte do DNA do clube.

O jogo começou aberto, com as duas equipes buscando o gol a todo tempo. O Millonarios precisava da vitória e torcer por um tropeço do Independiente (ARG), que enfrentava o Deportivo Lara (VEN) no outro jogo do grupo, para conseguir se classificar. O clube colombiano fez sua parte, mas os argentinos venceram os venezuelanos por 2 a 0 e ficaram com a vaga.

Logo aos 5min da partida, o atacante Del Valle arriscou de longe e a bola passou bem perto do gol defendido por Walter. Em um segundo ataque, o zagueiro Rivas teve a chance, sozinho, de cabecear, mas o goleiro corintiano fez a defesa.

A resposta do Corinthians não demorou. Após boa trama entre Pedrinho e Romero, aos 9min, o paraguaio achou o volante Maycon na esquerda em condições de finalizar. O chute cruzado passou perto da trave de Fariñez.

A grande chance do primeiro tempo foi corintiana. Pedrinho fez outra grande jogada e tocou para Rodriguinho dentro da área. O meia recebeu, deu lindo drible no zagueiro, mas não conseguiu tirar a bola do goleiro, que defendeu.

A dupla do clube alvinegro deu trabalho ao adversário durante vários momentos da partida. A ausência de um centroavante, que no início da temporada era tido como um problema, dá liberdade a eles e a Jadson e Romero fazerem rápidas trocas de posição no ataque, o que dificulta a vida dos rivais.

A equipe voltou melhor ainda no segundo tempo, teve várias chances, mas não conseguiu transformar o domínio em gols. E o castigo pela ineficiência nas finalizações veio depressa. Após Balbuena cortar tentativa de passe do ataque colombiano, a bola sobrou para Carrillo, que acertou belo chute de fora da área, no ângulo do goleiro Walter, aos 27min. Momentos antes, Loss tirou Pedrinho, que vinha bem, para a entrada de Mateus Vital.

O Corinthians pressionou até o final e ainda teve um gol anulado aos 40 min da segunda etapa. Junior Dutra, que havia acabado de entrar, tocou para Sidcley, que cruzou para Maycon marcar. A arbitragem sinalizou que Sidcley estava impedido no momento da jogada.

As oitavas de final da Libertadores serão disputadas após a Copa do Mundo, que vai de 14 de junho a 15 de julho. O sorteio que definirá os confrontos será realizado pela Conmebol no dia 4 de junho.

O Corinthians volta a campo no domingo (27), contra o Internacional, às 16h, no Beira-Rio, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook