Coritiba: Morínigo trata falha de Muralha como acidente e valoriza virada

O técnico Gustavo Morínigo considerou a falha de Alex Muralha como um acidente e valorizou a virada do Coritiba na virada por 3 a 2 sobre o Fluminense

Pedro Melo - 01 de maio de 2022, 19:36

(Geraldo Bubniak/AGB)
(Geraldo Bubniak/AGB)

O técnico Gustavo Morínigo considerou a falha de Alex Muralha como um acidente e valorizou a virada do Coritiba na virada por 3 a 2 sobre o Fluminense. O goleiro tentou encaixar o chute de Paulo Henrique Ganso, mas não segurou a bola no primeiro gol da equipe carioca.

"Aconteceu um acidente. Somos uma equipe e todos somos responsáveis pelo que acontece lá dentro. Todos temos erros, eu me equivoco muito e acredito que através desses erros, temos que superar no dia a dia. Estamos confiantes, tranquilos de que todos estão dando 100%. Nenhum erro é de propósito", comentou Morínigo.

O treinador ainda lamentou que a equipe coxa-branca não jogou da mesma maneira durante o primeiro tempo, quando levou os dois gols. "Eles sabem como jogar, tem tudo o que precisam para fazer um jogo correto e seguro. Quando não estamos focados 100%, acontecem essas coisas. Desde o começo, nós já estávamos diferentes, mesmo com o domínio do jogo. Não era o Coritiba agressivo, que recupera a bola e finalizava em velocidade. Caímos um pouco no jogo deles e levamos os dois gols", disse.

Já no segundo tempo, o Coritiba voltou todo no ataque e marcou os três gols da virada. Léo Gamalho, de pênalti, fez o primeiro, Andrey empatou e o centroavante novamente garantiu a vitória praticamente no último lance.

"Destacar a virada, porque não é fácil, ainda mais contra um time de qualidade. Hoje novamente vencemos, mas foi muito sofrido. Não gosto, prefiro de outra maneira. Mas é bonito e desfruto também", declarou Morínigo.

Com a vitória o Coritiba subiu para sete pontos e entrou no G6 do Brasileirão. O próximo jogo é apenas no dia 09, às 20h, contra o Avaí, na Ressacada.

AGENDA DO CORITIBA

  • Avaí - segunda-feira (09/05), às 20h, na Ressacada
  • Santos - quinta-feira (12/05), às 21h30, na Vila Belmiro