Coritiba fica na bronca com árbitro após derrota no clássico

O técnico Gustavo Morínigo e os jogadores reclamaram da atuação do árbitro Luiz Flávio de Oliveira após o revés para o Athletico.

Redação - 19 de junho de 2022, 20:16

Jogadores partiram para cima do juiz após o apito final. (Foto: Geraldo Bubniak/AGB)
Jogadores partiram para cima do juiz após o apito final. (Foto: Geraldo Bubniak/AGB)

O árbitro Luiz Flávio de Oliveira foi alvo de críticas dos jogadores e do técnico do Coritiba após a derrota para o Athletico. O treinador Gustavo Morínigo acredita que o juiz errou no pênalti que deu o triunfo ao Furacão e teve pressa para encerrar o clássico disputado no Couto Pereira. 

Além da penalidade a favor do Rubro-Negro, os alviverdes ainda reclamam de um pênalti em cima de Léo Gamalho na última jogada. Luiz Flávio de Oliveira não esperou o VAR entrar em ação e encerrou a partida sem revisar o lance. 

"Não gosto de falar da parte da arbitragem, mas não posso escapar. Primeiro que não foi pênalti. Foi o [Luciano] Castán quem tirou a bola, não foi o Rafa [Rafael William] e nem o jogador do rival. Foi uma disputa normal e a do Léo [Gamalho] foi pior, ele teve um corte na boca", disse o treinador paraguaio.

Vale lembrar que os atletas alviverdes partiram para cima do árbitro após o apito final e o lateral-direito Warley, que entrou nos minutos finais, acabou recenedo o cartão vermelho. 

Outro que disparou contra a arbitragem foi o meio campista Matías Galarza. Em entrevista ao Premiere, logo após o apito final, ele concordou que o clube do Alto da Glória foi prejudicado. 

"Uma vergonha. Para mim, essa arbitragem prejudica o futebol brasileiro. A gente dá tudo dentro de campo e por causa da arbitragem a gente sofre uma perda".

COXA AUMENTA SEQUÊNCIA RUIM 

Com a derrota no clássico, o Coritiba chegou a cinco jogos sem vencer (três derrotas e dois empates) e se aproximou da zona de rebaixamento do Brasileirão. O time aparece na 15ª posição com 15 pontos, um à frente do Goiás (primeiro time no grupo do descenso). 

"Podemos olhar a parte boa, que o time jogou bem, e a parte ruim, o resultado. Quando perdemos dessa maneira, ficamos tristes. Há temos esperança pela frente", 

O Coritiba busca a reação contra o Internacional. O duelo está marcado para às 21h30 da próxima sexta-feira (24), no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.