Campeão, Coritiba tem dupla de artilheiros e melhor média de público do Paranaense

Campeão paranaense de 2022, o Coritiba ainda teve dois jogadores como os artilheiros da competição, o melhor ataque e a melhor média de público

Pedro Melo - 04 de abril de 2022, 11:30

(Geraldo Bubniak/AGB)
(Geraldo Bubniak/AGB)

O título diante do Maringá não foi a única conquista do Coritiba no Campeonato Paranaense de 2022. Além de terminar o estadual como campeão, o Coxa ainda teve dois jogadores como os artilheiros da competição, o melhor ataque e a melhor média de público.

Igor Paixão e Léo Gamalho terminaram como os artilheiros do estadual, com sete gols cada. Já Alef Manga, que completa o trio de ataque, foi o vice-artilheiro, com seis, ao lado de Rômulo, do Athletico. Ou seja, os três jogadores marcaram 20 dos 28 gols da campanha do título e ajudaram o Coxa a ter o melhor ataque do estadual.

A equipe comandada por Gustavo Morínigo ainda teve a terceira melhor defesa, com apenas 13 gols sofridos, atrás de Independente São-Joseense, com 11, e Operário, com 12. Porém, o Alviverde foi o time que mais jogou na competição (17 vezes). Alex Muralha, titular em 14 partidas, levou 11 dos 13 gols e foi o goleiro menos vazado do Campeonato Paranaense.

Além disso, o Coritiba ainda encerrou o estadual com a melhor média de público entre os 12 participantes. O Coxa teve média de 13.719 torcedores em oito partidas. O jogo com mais pessoas no Couto Pereira foi justamente a vitória do título por 4 a 2 sobre o Maringá, com a presença de 27.655 pagantes e 28.919 presentes.

O Coxa ainda teve mais duas partidas com mais de 20 mil torcedores no estádio. O clássico contra o Athletico na primeira fase teve 22.564 pagantes, enquanto o Athletiba da semifinal levou 20.934 pessoas ao Couto Pereira.

A expectativa é manter o grande momento para a sequência da temporada. O Coritiba tem a semana livre para treinamentos e estreia no Campeonato Brasileiro apenas no próximo domingo (10), às 11h, contra o Goiás, no Couto Pereira.

AGENDA DO CORITIBA

  • Goiás: domingo (10/04), às 11h, no Couto Pereira
  • Santos: domingo (17/04), às 11h, na Vila Belmiro