Coritiba apresenta Barroca, vê Renê Júnior mais distante e desiste de Guerra e Berrío

Vinicius Cordeiro

coritiba barroca samir

Eduardo Barroca foi apresentado oficialmente pelo Coritiba nesta segunda-feira (6), ao lado do presidente Samir Namur e do diretor de futebol, Rodrigo Pastana. O treinador de 37 anos, contratado no dia 20 de dezembro, agradeceu pela oportunidade e viu os dirigentes falarem sobre o elenco alviverde para a temporada.

“Acompanhei de perto tudo que o Coritiba fez em 2019 e não pensei duas vezes. Me sinto bastante motivado e sei da responsabilidade que é suceder um trabalho vitorioso em um clube dessa grandeza”, disse Barroca.

O comandante coxa-branca ainda disse que planejou o primeiro momento do ano do Coxa em três etapas. A primeira etapa se iniciou junto com seu trabalho presencial, no dia 2 deste mês, e vai até o primeiro jogo contra o Manaus, pela primeira fase da Copa do Brasil. Esse período dura cerca de 40 dias, abrangendo cinco jogos do Campeonato Paranaense.

Depois, a segunda fase começa a partir do duelo contra o Manaus até a fase eliminatória do Estadual, que abrange ainda as duas fases seguintes da Copa do Brasil. Por fim, a última etapa dura entre os jogos eliminatórios do Paranaense 2020 até a quarta fase do torneio mata-mata, a última antes das oitavas de final.

“Nosso foco central é nessa primeira etapa, que passa pelo período de preparação. Tenho três objetivos centrais: pontuar o máximo que puder no Campeonato Paranaense, passar de fase na Copa do Brasil, os jogadores chegando em sua plenitude e, de preferência, todos os atletas à disposição”, completou.

CONTRATAÇÕES DO COXA PARA 2020

Alexandre Vidal / Flamengo

Já o presidente Samir Namur e o diretor de futebol, Rodrigo Pastana, falaram sobre as possíveis contratações alviverdes. O Coxa estava negociando com o meia Alejandro Guerra, do Palmeiras, e com o atacante Orlando Berrío, do Flamengo. Contudo, os dois estão descartados pelos altos valores pedidos.

Mesmo assim, a expectativa é que o Coxa consiga contratar algum atleta com esse status.

“Por enquanto não foram negociações bem sucedidas. Mantém conversas com outros nomes de um porte parecido. Nesse começo, a ideia é ter um nome desse patamar”, declarou Samir.

Já um possível reforço é o volante Renê Júnior, que está de saída do Corinthians. O Coxa estava com o acerto encaminhado, mas o vazamento de uma lista do elenco alviverde – que incluía Renê – para a realização de exames médicos complicou a vinda do atleta.

“Aquela lista era a lista clínica que estavam fazendo exames. O único [que não estava fechado] era o Renê Junior, mas que estava bem encaminhada. Já sabemos quem vazou a lista e não foi funcionário do Coritiba. Se fosse, já estaria demitido. O vazamento prejudicou a negociação e agora temos concorrência“, lamentou Samir.

Em contrapartida, a chegada do meia Nathan Silva, que defendeu o Atlético Goianiense no ano passado, está confirmada. Além dele, o meia Gabriel, ex-Flamengo, Sport e Bahia, também já está no CT da Graciosa e à disposição de Barroca.

Previous ArticleNext Article