Coritiba cala mais de 60 mil argentinos

Redação


O Coritiba conseguiu uma classificação histórica na noite de quarta-feira ao bater o Belgrano por 2 a 1 no tempo regulamentar e 4 a 3 nas cobranças de penalidades, no Estádio Mario Kempes, em Córdoba, completamente lotado, com quase 60 mil torcedores argentinos; e se classificou para a próxima fase da Copa Sul-Americana. O grande nome da disputa foi o goleiro Wilson, que defendeu duas cobranças e marcou um dos gols da série. Com a classificação o Coxa enfrenta o Atlético Nacional, campeão da Libertadores nos dia 19 de outubro, no Couto Pereira e no dia 26, em Medellín.

O time da casa saiu na frente logo aos 29 minutos do primeiro tempo, com um gol de bicicleta de Bieler, ao aproveitar um escanteio pela esquerda.

O Coritiba manteve seu ritmo de jogo, com toque de bola, e aos 42 minutos conseguiu o empate com Iago Dias.

Na volta do intervalo, o time Alviverde  voltou melhor. Mesmo pressionado pelos quase 60 mil torcedores o Coritiba administrou o jogo e chegou ao gol da virada aos 19 minutos, quando Nery Bareiro se antecipou à zaga argentina na cobrança de escanteio de Juan e virou o placar. O resultado levou a disputa da vaga para as penalidades e venceu por 4 a 3.

Bernardo, Juan, González e Wilson marcaram, Leandro perdeu; já o Belgrano marcou com Suarez, Bieler e Lema marcaram e Alvaro e Luna desperdiçaram.

FICHA TÉCNICA

BELGRANO 1 (3) X (4) 2 CORITIBA

Local: Estádio Mário Kempes, em Córdoba (ARG).
Árbitro: Júlio Bascuñan (CHI).
Assistentes: Christian Schiemann (CHI) e Raul Orellana (CHI)

Belgrano: Olave; Luna, Romero, Lema e Rojas; Farré (Bolatti), Lértora, Luján (Barbieri) e Velázquez (Álvaro Suárez); Matias Suárez e Bieler Técnico: Esteban González.

Coritiba: Wilson; César Benítez, Nery Bareiro, Juninho, Juan; João Paulo, Alan Santos; Iago (González), Vinícius (Carlinhos), Kazim-Richards (Bernardo) e Leandro Técnico: Paulo César Carpegiani.

Cartões amarelos: Farré  e João Paulo
Gols: Cláudio Bieler, aos 29 minutos e Iago Dias, aos 42 minutos do primeiro tempo. Nery Bareiro, aos 19 minutos do segundo tempo

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="388159" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]