Coritiba demite Eduardo Barroca e Rodrigo Pastana após derrota para o Corinthians

Redação

coritiba barroca pastana

O Coritiba anunciou as demissões do técnico Eduardo Barroca e do diretor Rodrigo Pastana na manhã desta quinta-feira (20), após a derrota para o Corinthians por 3 a 1 pela quarta rodada do Brasileirão 2020. Os dois estavam muito pressionados pela sequência de seis derrotas consecutivas – quatro na Série A e duas contra o Athletico na final do Paranaense.

Barroca e Pastana foram tema de uma reunião do G5, cúpula da diretoria alviverde, que durou quase seis horas no último domingo (16). A direção optou por dar mais uma chance após a defesa do presidente Samir Samur, mas essa chance foi o jogo fora de casa contra o Corinthians.

A reunião serviu também para o início das conversas das novas contratações. William Thomas, ex-diretor de futebol do Santos, foi um dos nomes levantados para assumir o lugar da Pastana. Já o nome do novo técnico será definido a partir do novo dirigente de futebol, mas Jorginho já desponta como favorito.

O Coritiba também confirmou que o auxiliar técnico Mozart é quem vai comandar a equipe contra o Bragantino. O jogo está marcado para o próximo domingo (23), às 16h, no estádio Nabi Abi Cheddid.

BARROCA E PASTANA DEMITIDOS DO CORITIBA

Rodrigo Pastana foi demitido do Coritiba. (Geraldo Bubniak – AGB)

Eduardo Barroca sai do Coritiba com um aproveitamento de 54%. Foram 23 jogos: 11 vitórias, três empates e oito derrotas.

Vale lembrar que a eliminação para o Manaus na Copa do Brasil aumentou a pressão sobre o treinador antes da parada por causa da pandemia de covid-19.

Já Rodrigo Pastana foi contratado em dezembro de 2018 e foi responsável pela montagem do elenco que conquistou o acesso à Série A. No entanto, as escolhas para o elenco nesta temporada não agradaram.

Com nenhum ponto até o momento, o Coxa é o lanterna do Campeonato Brasileiro – o pior início da história do clube em um Brasileirão.

Previous ArticleNext Article