Coritiba cede empate para Figueirense perde vantagem no G-4 da Série B

Jorge de Sousa

Alex Muralha - Coritiba - Figueirense - Campeonato Brasileiro Série B

Mesmo com milagres de Alex Muralha e gol relâmpago no segundo tempo, o Coritiba cedeu o empate ao Figueirense por 1 a 1, na noite desta sexta-feira (8), e viu sua vantagem diminuir no G-4 do Campeonato Brasileiro da Série B.

O duelo válido pela 34ª rodada da Série B foi realizado no Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

O gol do Coritiba foi marcado por Robson, enquanto Rafael Marques empatou para o Figueirense.

O empate manteve o Coritiba na quarta posição, mas diminuiu de quatro para dois pontos sua vantagem para o América Mineiro, primeira equipe fora do G-4 da Série B.

Já o Figueirense não aproveitou a derrota do Londrina e segue na zona de rebaixamento, com a mesma pontuação da equipe paranaense, mas com menos vitórias (6 a 10).

PRÓXIMOS JOGOS

As duas equipes voltam a campo na próxima terça-feira (12), pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O Coritiba viaja para Pelotas para encarar o Brasil de Pelotas no Bento de Freitas, às 19h15.

Já o Figueirense vai até Campinas para encarar a Ponte Preta no Moisés Lucarelli, às 21h30.

O JOGO

A primeira chance de gol da partida foi do Figueirense aos 12 minutos. Luis Ricardo encontrou Rafael Marques, que faz o pivô e serve Felipe Mateus. O meia sai cara a cara com Alex Muralha, mas pega muito embaixo da bola e perde grande chance.

O Coritiba respondeu aos 16 minutos. Diogo Mateus bateu falta da direita e Sabino ganhou da marcação para cabecear perto do travessão.

Nova chance do Coritiba aos 22 minutos. Kelvin faz jogada na linha de fundo e cruza na medida para Robson. O atacante perde o tempo da bola e cabeceia torto.

A pressão do Coritiba continuou aos 24 minutos. Giovanni recebeu na entrada da área e finalizou cruzado no poste direito.

Mas aos 33 minutos, Diogo Mateus derrubou Breno na área e o árbitro marcou pênalti para o Figueirense e ainda mostrou o segundo amarelo para o lateral do Coritiba, que ficou com dez homens em campo.

Felipe Mateus foi para a cobrança e acabou batendo no meio do gol. Alex Muralha esperou a decisão do meia e conseguiu fazer a defesa com o pé.

Alex Muralha apareceu novamente aos 44 minutos. Breno avançou na área e finalizou cruzado para o goleiro espalmar para a linha de fundo.

Só que no primeiro lance do segundo tempo, o Coritiba conseguiu marcar. Rodrigão ajeitou para Juan Alano que deu bom passe para Robson na área. O atacante teve frieza, fez o breque para driblar o goleiro e apenas rolou para o gol vazio.

O Figueirense respondeu aos oito minutos. Luis Ricardo recebeu cruzamento e cabeceou firme para intervenção do goleiro. No rebote, Rafael Marques bateu de primeira e o goleiro fez nova intervenção para salvar o Coritiba.

Mas aos 23 minutos o goleiro não conseguiu mais impedir o gol do Figueirense. Luis Ricardo foi para a linha de fundo e cruzou para trás. Rafael Marques recebeu livre na área e finalizou firme. Muralha ainda tocou na bola, mas não evitou o empate.

Rafael Marques teve a chance da virada aos 28 minutos. Conrado fez jogada na linha de fundo e cruzou para o atacante, que de ombro, quase acertou o poste esquerdo.

Nova chance de Rafael Marques aos 34 minutos. Fellipe Mateus bateu escanteio na marca do pênalti e o atacante cabeceou perto do travessão.

O Figueirense teve a última chance de gol da partida. Aos 47 minutos, Betinho recebeu na intermediária e finalizou perto do poste esquerdo.

Previous ArticleNext Article