Coritiba estuda promoção de ingressos para o próximo jogo no Couto Pereira

Pedro Melo

Coritiba público Couto Pereira Operário Série B

A diretoria do Coritiba estuda realizar uma promoção de ingressos para a próxima partida no estádio Couto Pereira. O jogo é contra o Operário, no dia 03/11 (quarta), às 18h30, pela 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O vice-presidente do Coritiba, Jair José de Souza, afirmou o clube prioriza os sócios, mas pensa na melhor forma de deixar o ingresso mais atrativo. “O valor do ingresso não é barato, mas temos que prestigiar neste momento o nosso sócio, que ficou 19 meses pagando ingresso sem ter jogos. Se faz promoção para o não-sócio, prejudica quem pagou esse tempo todo”, disse, em entrevista à rádio Transamérica.

“Mesmo assim, estamos pensando de alguma forma de atrair o público para esse jogo. Teremos alguma promoção, mas ainda não sabemos qual. Tudo depende contra o CRB também. Se tivermos sucesso contra o CRB e os resultados ajudarem, esse jogo com o Operário pode ser, não matematicamente, o jogo do acesso. A diretoria está atenta a tudo para fazer alguma promoção”, acrescentou o dirigente.

A expectativa do Coritiba é colocar pelo menos 10 mil torcedores no Couto Pereira no jogo contra o Operário. Além do ingresso mais barato, a diretoria aguarda pela liberação do teste de Covid-19 para os torcedores já vacinados. “A gente quer fazer algo de diferente contra o Operário para colocar pelo menos 10 mil torcedores. Para isso acontecer, um fator importante seria o decreto [da Prefeitura de Curitiba] ser alterado e liberar o exame de Covid para o torcedor com ciclo de vacina completo”, comentou o vice-presidente.

CORITIBA JÁ TEVE PÚBLICO EM QUATRO JOGOS NA SÉRIE B

Desde que a Prefeitura de Curitiba autorizou a volta do público, o Coritiba já recebeu torcedores em quatro jogos da Série B. Porém, o público não chegou a cinco mil torcedores em nenhum deles. Segundo Jair José de Souza, os principais motivos são a pandemia da Covid-19 e os horários.

“Tivemos até agora quatro jogos com público: Vila Nova, Confiança, Cruzeiro e Sampaio Corrêa. Os horários não têm nos ajudado muito, e temos sido prejudicado pelos horários dos jogos. O fator Covid, mesmo com o Coritiba custeado o valor do exame, não tem só o custo, mas o deslocamento e o desgaste. Isso tem afastado o torcedor do estádio. E muito torcedor ainda está com medo da pandemia. Estamos cientes que a pandemia não acabou e o risco ainda existe”, falou o dirigente.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="798444" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]