Coritiba pode definir mais um rebaixamento contra o Vitória

O Coritiba entra em campo nesta segunda-feira (28), às 20 horas, contra o Vitória, mirando uma vaga na Copa Sul-American..

Redação - 28 de novembro de 2016, 09:40

O Coritiba entra em campo nesta segunda-feira (28), às 20 horas, contra o Vitória, mirando uma vaga na Copa Sul-Americana, mas também como um fiel da balança na briga da parte baixa da tabela. O Rubro-Negro baiano está na 16ª colocaçaõa, com 42 pontos, a mesma pontuação do Internacional, primeiro da ZR,  que bateu o Cruzeiro e colocou pressão sobre o time baiano. Em caso de vitória, o Rubro-Negro se livra do rebaixamento e deixa o problema para o Sport, com 44 pontos.

Já o Coritiba, em 14º lugar com 46 pontos, pode brigar por uma vaga na Sul-Americana, mas precisará ganhar os três pontos e torcer para tropeços de São Paulo e Fluminense na próxima rodada. Para esta partida, o técnico Paulo Cesar Carpegiani deve manter a mesma postura ofensiva dos últimos jogos.

Fora os atletas entregues ao DM, Carpegiani terá em campo ao menos seis jogadores pendurados: os zagueiros Juninho e Luccas Claro, os meias Juan, Ruy e Raphael Veiga, além do volante Amaral.

Durante a semana os atletas comentaram as manifestações pelas redes sociais, de centenas de torcedores, que pediram para o Coritiba aliviar na partida e com isso, prejudicar o Inter, ao mesmo tempo outros que pediram o máximo de empenho para que a vaga na Sul-Americana seja conquistada.

"Somos profissionais e entramos em campo com o objetivo da vitória, queremos ganhar e nesta partida não será diferente", disse o lateral direito Dodô.

CORITIBA X VITÓRIA

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Data: 28-11-2016

Horário: 20 horas

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Cristhian Passos Sorrence (GO)

Coritiba: Wilson; Dodô, Walisson Maia, Nery Bareiro e Juninho; Amaral, Juan e Yan; Leandro, Kazim-Richards e Kleber. Técnico: Paulo César Carpegiani

Vitória: Fernando Miguel; Diogo Mateus, Kanu, Victor Ramos, Diego Renan; Willian Farias, Marcelo, Cárdenas e Euller; Marinho e Kieza. Técnico: Argel Fucks