Coritiba pode repetir time campeão na estreia contra o Goiás

Gustavo Morínigo não tem desfalques para a estreia no Brasileirão e pode repetir a escalação do Coritiba que conquistou o título do Campeonato Paranaense

Pedro Melo - 08 de abril de 2022, 16:36

(Divulgação/Coritiba)
(Divulgação/Coritiba)

O técnico Gustavo Morínigo não tem desfalques para a estreia no Brasileirão e pode repetir a escalação do Coritiba que conquistou o título do Campeonato Paranaense no último final de semana. O Coxa entra em campo no domingo (10), às 11h, no Couto Pereira, para enfrentar o Goiás.

A única dúvida no time titular era o volante Andrey. O jogador ficou de fora dos dois primeiros treinamentos da semana por conta da reação da vacina, mas participou normalmente do treinamento desta sexta-feira (08). As outras opções no elenco para a posição são Val e Matheus Sales, com o primeiro sendo o reserva imediato.

A provável escalação do Coritiba tem Alex Muralha; Warley, Henrique, Luciano Castán e Egídio; Willian Farias, Andrey e Thonny Anderson; Alef Manga, Léo Gamalho e Igor Paixão.

Depois do estadual, Morínigo ganhou mais opções para o elenco coxa-branca. As novidades são o lateral-esquerdo Diego Porfírio, eleito melhor jogador da posição pelo Ypiranga, o meia Matías Galarza, que veio por empréstimo do Vasco, e o atacante Fabrício Daniel, destaque do Paulistão pelo Mirassol. Os três devem começar no banco de reservas.

A expectativa é de Couto Pereira com ótimo público no domingo de manhã para a estreia do Coritiba no Brasileirão contra o Goiás. Na última quinta-feira (07), o Coxa anunciou a marca de 35 mil sócios e espera bater 45 mil associados nos próximos meses.

"A torcida coxa-branca tem TRADIÇÃO!!! Somos 35.000 sócios para apoiar o Coxa nos desafios desta temporada", postou o Coritiba nas redes sociais.

AGENDA DO CORITIBA

  • Goiás: domingo (10/04), às 11h, no Couto Pereira
  • Santos: domingo (17/04), às 11h, na Vila Belmiro
  • Santos: quarta-feira (20/04), às 19h30, no Couto Pereira
  • Atlético-MG: sábado (23/04), às 21h, no Mineirão