Couto Pereira terá homenagem à Chape nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira (7), a Chapecoense entraria em campo contra o Atlético Nacional em sua segunda partida pela Copa Sul-..

Mariana Ohde - 05 de dezembro de 2016, 10:56

Nesta quarta-feira (7), a Chapecoense entraria em campo contra o Atlético Nacional em sua segunda partida pela Copa Sul-Americana. Mas a queda do avião do time de terça-feira (29) levou praticamente todos os jogadores, além de comissão técnica, funcionários e jornalistas que estavam na aeronave. A semana foi de muita comoção e, na quarta-feira, outra homenagem deve substituir os times em campo.

A homenagem que o Coritiba está organizando às vítimas será comandada pelo apresentador de televisão Mauro Mueller, da Rede Massa. Na programação, está previsto um culto aos mortos, uma celebração com o Padre João Maria e o Pastor Antônio Jairo Porto Alegre.

Segundo o presidente do Coritiba, Rogério Bacelar, este é um momento de união de todos os torcedores, inspirado pelo exemplo demonstrado pelo Atlético Nacional, que lotou o estádio em Medellín com torcedores gritando o nome da Chapecoense na semana passada, quando aconteceria o primeiro jogo. O clube sugere que todos venham com camisas brancas ou de seus clubes.

"Os colombianos deram uma lição de vida, de comprometimento com o futebol", afirma. "Nós temos que tirar o chapéu para o Atlético Nacional, da Colômbia. Quando estivemos lá, fomos muito bem recebidos", conta.

Na cerimônia marcada no Couto Pereira, qualquer tipo de material referente à torcidas organizadas estará proibido. O evento começa às 20h30 e segue até 21h45, quando Chapecoense e Atlético Nacional começariam a partida. Um chute simbólico vai simular o início do jogo.

O estádio paranaense foi o escolhido pela Chapecoense para a decisão, já que a Arena Condá não comporta 40 mil torcedores, como determina o regulamento da competição.

O torneio é organizado pela Confederação Sul Americana de Futebol (Conmebol).