CR7 decide e Real Madrid bate o Grêmio na final do Mundial

Roger Pereira


O sonho do Grêmio de “acabar com o Planeta” parou nas pernas do melhor jogador do planeta. Um gol de falta de Cristiano Ronaldo deu ao Real Madrid seu sexto título mundial (o segundo seguido, terceiro nos últimos quatro anos) sobre um valente Grêmio, que dificultou muito o jogo para a equipe espanhola, mas não teve poder ofensivo para ameaçar a defesa merengue.

Um número das estatísticas do jogo mostra bem como foi a partida. Foram 20 finalizações do Real, contra apenas uma do Grêmio em toda a partida. Mesmo nos minutos finais, quando a equipe espanhola limitava-se a segurar o resultado e permitiu a posse de bola ao Grêmio, o time brasileiro rondou a área adversária, mas não conseguiu chutar a gol.

Apesar do grande número de finalizações, o Real não teve chances claras de gol no primeiro tempo, quando chutou nove bolas contra a meta de Marcelo Grohe. Tanto que a melhor chance da primeira etapa foi gremista, em sua única finalização, quando Edilson cobrou falta de longe, com efeito e quase surpreendeu o goleiro Navas.

Apagado na primeira etapa, Cristiano Ronaldo apareceu no início do segundo tempo para fazer o suficiente para garantir a vitória. Aos sete minutos, o português pedalou para cima da defesa gremista e foi derrubado. Falta que ele cobrou no meio da barreira, que abriu e traiu Grohe.

Depois do gol, o Grêmio teve que se expor um pouco mais e deu espaço para o Real, que passou a criar boas chances para ampliar o placar. Aos 12, Cristiano Ronaldo chegou a balançar as redes novamente, mas o gol foi anulado, porque Benzema, que ajeitou a bola para o camisa 7, estava impedido. Bale e Modric também tiveram boas chances, mas Grohe manteve o Grêmio no jogo.

Nos minutos finais, o time brasileiro ensaiou um abafa, mas, mesmo com a posse de bola e o Real todo recuado, não conseguiu mais que alçar algumas bolas na área. O jogo acabou mesmo 1 a 0 para o Real Madrid e o sonho gremista do bi-mundial foi adiado.

 

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal