Cris Cyborg massacra Lina Lansberg e leva sueca a nocaute

Fernando Garcel


Favorita, a paranaense Cris Cyborg venceu a luta contra a sueca Lina Lansberg no UFC Brasília, na madrugada deste sábado para domingo. Valente, a sueca ainda aguentou um round e meio até ser nocauteada no segundo assalto.

Com a vitória, Cris chega a 17ª vitória consecutiva na carreira.

Quando a luta começou, durou apenas 15 segundos para ver que Cris não estava para brincadeira. A brasileira acertou uma combinação que balançou a sueca e a obrigou a agarrar a oponente. Grudadas na grade, as duas trocaram golpes no clinch.

Na metade final do assalto, o árbitro Mario Yamasaki foi obrigado a interromper o duelo por falta de ação. Assim que a luta foi retomada, Cris colocou Lina para baixo, mas a sueca conseguiu suportar a pressão e levou o duelo até o fim da parcial.

No segundo round não teve jeito. Depois de Cyborg colocar novamente a sueca para baixo, ela trabalhou no “ground and pound” até que o árbitro tivesse que encerrar a luta e Cris fosse para os braços da galera.

Ainda no octógono, Cyborg garantiu que seguirá aceitando os desafios que surgirem dentro do octógono: “Já tenho dois cinturões lá em casa, agora quero fazer super lutas para os meus fãs e deixá-los felizes”, disse, citando os títulos do Strikeforce e do Invicta FC.

UFC Brasília

CARD PRINCIPAL

Renan Barão venceu Phillipe Nover por decisão unânime dos juízes laterais;
Roy Nelson venceu Antônio ‘Pezão’ por nocaute no segundo round;
Francisco ‘Massaranduba’ venceu Paul Felder por nocaute técnico (interrupção médica) no terceiro round;
Eric Spicely venceu Thiago ‘Marreta’ por finalização (mata-leão) no primeiro round;
Godofredo Pepey venceu Mike De La Torre por finalização (mata-leão) no primeiro round.

CARD PRELIMINAR

Michel ‘Trator’ venceu Gilbert ‘Durinho’ por decisão unânime dos juízes laterais;
Rani Yahya venceu Michinori Tanaka por decisão unânime dos juízes laterais;
Jussier ‘Formiga’ venceu Dustin Ortiz por decisão unânime dos juízes laterais;
Erick Silva venceu Luan Chagas por finalização (mata-leão) no terceiro round;
Alan ‘Nuguette’ venceu Stevie Ray por decisão unânime dos juízes laterais;
Vicente Luque venceu Héctor Urbina por nocaute no primeiro round;
Gregor Gillespie venceu Glaico França por decisão unânime dos juízes laterais.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="387381" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]