Cruzeiro e Corinthians ficam no zero a zero no Mineirão

Folhapress

Depois de um primeiro tempo morno, Cruzeiro e Corinthians fizeram um jogo mais aberto na etapa final. No entanto, os times ficaram no 0 a 0 no Mineirão, neste sábado (8), pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado fez o Corinthians chegar a 12 pontos e ocupar provisoriamente a oitava posição no campeonato – ainda pode ser ultrapassado pelo São Paulo, que joga às 21h contra o Avaí, em Florianópolis.

Já o Cruzeiro chega a cinco jogos sem vencer e fica na 14ª posição, com oito pontos. A última vitoria foi em 5 de maio, diante do Goiás.

O goleiro Walter realizou boas defesas na partida deste sábado e evitou que o Cruzeiro abrisse o marcador. Entre muitas defesas, o camisa 27 evitou dois gols de Dedé em forte cabeçada do cruzeirense no segundo tempo. Quando não brilhou, o goleiro ainda contou com a sorte, após um chute forte do lateral Dodô na trave.

O goleiro Fábio também teve seus bons momentos em campo pelo Cruzeiro. O principal deles ocorreu em uma cabeçada de Danilo Avelar após cobrança de falta de Jadson. Fábio espalmou para escanteio mesmo quase passando da bola.

O Corinthians teve mais posse de bola, mas passou 45 minutos sem chutar para o gol. O lance de mais perigo na primeira etapa foi provocado por Dedé, que desviou contra o próprio gol após cruzamento de Avelar. O Cruzeiro finalizou quatro vezes em direção ao gol no primeiro tempo, todas elas provocadas por falhas do Corinthians.

CRUZEIRO
Fábio; Lucas Romero, Léo, Dedé e Dodô; Henrique, Ariel Cabral (Jadson); Thiago Neves, Robinho e Pedro Rocha (David); Sassá (Raniel).
T.: Mano Menezes.

CORINTHIANS
Walter; Michel Macedo (Bruno Méndez), Marllon, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Junior Urso (Richard); Jadson, Sornoza (Everaldo), Clayson; Gustavo.
T.: Fábio Carille.

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ/CBF)
Assistentes: Silbert Faria Sesquim (RJ) e Carlos Henrique Alves (RJ)
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Público/Renda: 21.370 total e 16.120 pagantes/R$ 353.229,50
Cartões amarelos: Robinho (CRU) e Marllon (COR)

Previous ArticleNext Article