Operário perde do CSA e fica longe de voltar ao G-4 da Série B

Jorge de Sousa

Operário perde do CSA e fica longe de voltar ao G-4 da Série B

O Operário perdeu do CSA por 1 a 0 na tarde desta terça-feira (13) e seguiu distante da briga pelo G-4 do Campeonato Brasileiro da Série B.

Paulo Sérgio (em cobrança de pênalti) fez o gol da vitória do CSA aos 23 minutos do segundo tempo.

O duelo foi realizado no Rei Pelé, em Maceió, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

A derrota deixou o Operário com 29 pontos ganhos em 23 jogos, oito pontos abaixo do Juventude, primeira equipe dentro do G-4 da Série B. Mas a equipe de Caxias do Sul ainda joga nesta rodada e pode ampliar essa vantagem.

Já o CSA subiu para a oitava posição com 34 pontos e em caso de derrota do Juventude, terminará a rodada apenas três pontos atrás dos gaúchos.

As duas equipes entram em campo neste fim de semana. O Operário recebe o Paraná Clube, nesta sexta-feira (27), às 19h15, enquanto o CSA recebe a Ponta Preta, neste sábado (28), às 16h.

OPERÁRIO NÃO APROVEITA EXPULSÃO E LEVA CASTIGO EM PÊNALTI

Thiago Braga quase ‘entregou o ouro’ aos quatro minutos. Após cruzamento rasteiro, o goleiro ‘bateu roupa’ e Rodrigo Pimpão ajeitou para a batida de Andrigo, mas o chute saiu fraco e o arqueiro fez a defesa.

A resposta do Operário veio aos sete minutos. Ricardo Bueno arriscou de média distância e Matheus Mendes espalmou para linha de fundo.

Nova chance do CSA aos 11 minutos. Fabiano tentou sair jogar por baixo, Paulo Sérgio recuperou a bola e bateu da entrada da área à direita da meta.

Matheus Mendes salvou novamente o CSA aos 27 minutos. Fabiano arriscou da entrada da área e o goleiro espalmou o chute rasteiro para escanteio.

Paulo Sérgio testou novamente a meta do Operário aos 32 minutos. O centroavante arriscou da meia-lua da área e Thiago Brava pegou firme no centro do gol.

O CSA ficou com dez jogadores em campo aos 44 minutos. Rodrigo Pimpão deu carrinho com a sola em Ricardo Silva e recebeu o cartão vermelho direto.

Ainda na primeira etapa, Matheus Mendes manteve o placar empatado antes do intervalo. Tomas Bastos bateu escanteio da direita e Fabiano cabeceou firme para a defesa do goleiro.

A primeira chance da segunda etapa foi do Operário. Aos 14 minutos, Tomas Bastos arriscou da intermediária e carimbou o poste direito.

Nova chance para o Operário aos 18 minutos. Diego Cardoso cruzou da direita e Ricardo Bueno cabeceou rente ao poste esquerdo.

Mas aos 22 minutos, Paulo Sérgio invadiu a área e foi derrubado por Leandro Vilela. O árbitro assinalou a penalidade e expulsou o volante.

Paulo Sérgio pediu a bola, cobrou com categoria no canto esquerdo, deslocando Thiago Braga para o lado direito e abrindo o placar.

O Operário ainda criou duas chances nos acréscimos. Aos 46 minutos, Lucas Batatinha arriscou da entrada da área e bateu à direita da meta. Já aos 48 minutos, Schumacher recebeu na área e mandou à esquerda do gol.

LEIA MAIS: PSG vence Leipzig com gol de Neymar e segue vivo na Champions

Previous ArticleNext Article