Curitiba Vôlei perde a primeira em casa na Superliga

Assessoria


O Curitiba Vôlei sofreu, na noite desta quinta-feira, sua primeira derrota em casa pela Superliga Feminina de Vôlei. Jogando no ginásio do Colégio Positivo Júnior, o time paranaense foi superado pelo Sesi Vôlei Bauru (SP) por 3 sets a 1 (25/17, 25/19, 24/26 e 25/23), em 2h10 de jogo. A oposta italiana Diouf, do time paulista, foi eleita a  melhor da partida e ficou com o Troféu VivaVôlei. A partida foi válida pela sexta rodada do turno da competição.

O resultado colocou o Sesi Vôlei Bauru em oitavo lugar na classificação geral, com sete pontos (dois resultados positivos e quatro negativos). O Curitiba Vôlei aparece em quinto lugar, com 10 pontos (três vitórias e três derrotas). O Dentil/Praia Clube é o líder, com 14 pontos e cinco vitórias.

A ponteira Tifanny foi a maior pontuadora do confronto, com 20 acertos (16 de ataque e quatro de bloqueio). A oposta italiana Diouf também teve boa pontuação, com 16 acertos. Pelo lado do Curitiba Vôlei destaque para a ponteira Pri Souza, com 16 pontos.

O treinador Anderson, do Sesi Vôlei Bauru, comentou sobre o resultado e fez uma análise da partida contra o Curitiba Vôlei.

“Jogamos muito bem nos dois primeiros sets, quando sacamos e tivemos melhor postura no bloqueio e na defesa. No terceiro e quarto sets deixamos a desejar no saque e, com muitos erros bobos, o jogo ficou disputado ponto a ponto. No entanto foi um duelo vibrante e emocionante e o time está de parabéns pela vitória”, disse Anderson.

As duas equipes voltarão à quadra na próxima terça-feira (11.12). O Sesi Vôlei Bauru jogará contra o BRB/Brasília Vôlei (DF), às 20h30, no ginásio Panela de Pressão, em Bauru (SP). Já o Curitiba Vôlei mediará forças com o Pinheiros (SP), às 20h, no Henrique Villaboin, em São Paulo (SP).

O JOGO

O jogo começou equilibrado. Jogando com velocidade, o Sesi Vôlei Bauru abriu dois pontos (7/5). O Curitiba Vôlei cresceu de produção e empatou a parcial (9/9). Com Diouf e Tiffany bem no ataque, as visitantes fizeram 14/11 e o treinador Clésio pediu tempo. Se aproveitando dos erros das donas da casa, o time bauruense abriu cinco pontos (17/12). O Curitiba Vôlei encostou no placar (20/17), mas o Sesi Vôlei Bauru foi melhor na parte final da parcial e levou a melhor no primeiro set por 25/19.

O Sesi Vôlei Bauru manteve o bom momento no início do segundo set e fez 6/1. Bem no saque e no bloqueio, as paranaenses diminuíram a vantagem para dois pontos (7/5). Se aproveitando dos erros do Curitiba Vôlei, as visitantes fizeram 15/9 e o técnico Clésio voltou a parar o jogo. A levantadora Fabíola jogava com velocidade e o saque das visitantes dava trabalho a recepção das donas da casa. O Sesi Vôlei Bauru seguiu melhor e venceu o segundo set por 25/17.

O Curitiba Vôlei voltou melhor para o terceiro set e fez 7/4. Bem no saque e no bloqueio, o Sesi Vôlei Bauru diminuiu a vantagem no placar para dois pontos (10/8). Se aproveitando dos erros das visitantes, as paranaenses voltaram a abrir no marcador (13/10). Bem no bloqueio, o Curitiba Vôlei fez 18/14 e o treinador Anderson parou o jogo. O time da casa segurou uma reação da equipe paulista e venceu o terceiro set por 26/24.

O Sesi Vôlei Bauru voltou a ditar o ritmo do jogo no quarto set e fez 7/4. Bem no bloqueio, o Curitiba Vôlei virou o marcador (9/8). O set ficou disputado ponto a ponto. A equipe de Bauru comentou dois erros seguidos e o time da casa abriu dois pontos (16/14). As equipes se alternaram na liderança no final da parcial, mas o Sesi Vôlei Bauru foi melhor nos momentos decisivos e venceu o set por 25/23 e o jogo por 3 sets a 1.

Previous ArticleNext Article