Curitiba Vôlei perde para Osasco/Audax e segue sem vencer na Superliga

Jorge de Sousa

Curitiba Vôlei - Osasco Audax - Superliga Feminina

O Curitiba Vôlei se manteve firme, mas não resistiu a forte equipe do Osasco/Audax e foi derrotada em parciais diretas (25/19, 25/23 e 25/14), na noite desta terça-feira (19), e segue sem vencer na Superliga Feminina.

A destaque do jogo foi a levantadora Roberta, eleita melhor jogadora em quadra.

O primeiro set começou com excelente início do Curitiba Vôlei, que chegou a abrir cinco pontos de vantagem com o forte serviço de Roberta. A equipe da capital paranaense chegou a encostar no marcador, mas o Osasco/Audax não permitiu uma virada no marcador e fechou a parcial.

O segundo set foi o mais equilibrado do jogo. As duas equipes se revezaram na liderança e a parcial pendeu para a experiência da equipe de Osasco, que fechou a parcial em ponto da sérvia Ana Bjelica.

Visivelmente sem o ritmo dos sets anteriores, o Curitiba Vôlei se perdeu na devolução e permitiu que Osasco disparasse no placar. A equipe paranaense chegou a anotar quatro pontos em sequência, mas a margem era muito grande e o time paulista confirmou a vitória em três sets.

Ao final do jogo, o técnico do Curitiba Vôlei, Duda Nunes comentou sobre o início de tabela complicado da equipe, contra Sesc-RJ, Sesi Bauru, Osasco/Audax, além dos próximos confrontos contra Praia Clube e Itambé Minas.

“São cinco jogos que vão exigir bastante da equipe. Contra essas equipes qualquer erro, principalmente no saque e no primeiro toque isso afeta muito. Essas equipes tem o bloqueio alto, com meninas muito potentes no ataque. Agora temos três jogos em sete dias, com duas viagens no meio”, explicou Nunes.

O Curitiba Vôlei cai na estrada para enfrentar o Praia Clube em Uberlândia, no triângulo mineiro, nesta sexta-feira (22). Na sequência, a equipe vai até Belo Horizonte, capital mineira, aonde encara o Itambé Minas na próxima segunda-feira (25). A última etapa da viagem é no dia 29 (sexta-feira), contra o Valinhos Voleibol, no interior paulista.

“Não podemos ter a pressa ou o desespero ao olhar para a tabela no momento. Precisamos dar passos firmes e seguros, tentando analisar com calma e depois de um período buscar esse time grande. Existe um campeonato que tem maiores investimentos e precisamos ser conscientes e saber quais são os nossos tempos. Nós vamos brigar por playoffs”, finalizou Nunes.

Previous ArticleNext Article