Palmeiras vence Delfín e encaminha vaga às quartas da Libertadores

Jorge de Sousa

Palmeiras vence Delfín e encaminha vaga às quartas da Libertadores

O Palmeiras venceu o Delfín por 3 a 1 na noite desta quarta-feira (25) e abriu boa vantagem pela vaga nas quartas de final da Copa Libertadores.

Gabriel Menino, Rony e Zé Rafael (em cobrança de pênalti) marcaram os gols da vitória do Palmeiras, enquanto Ramires (contra) descontou para o Delfín.

O duelo foi realizado no Estádio Jocay, em Manta, no Equador, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

Com o resultado, o Palmeiras perder por até um gol de diferença que irá se classificar às quartas de final da Libertadores no Allianz Parque, na próxima quarta-feira (2), às 19h15.

PALMEIRAS SUPERA DESFALQUES E VENCE COM FACILIDADE EM MANTA

O Palmeiras controlou o ritmo na primeira etapa, mas conseguiu finalizar com perigo apenas aos 15 minutos. Zé Rafael recebeu na entrada da área, fez uma finta curta e bateu cruzado perto do poste direito.

Dois minutos depois, o Palmeiras abriu o placar em Manta. Rony aproveitou saída de bola errada e lançou Gabriel Menino na área. O volante bateu cruzado, Banguera aceitou e a bola foi para o fundo das redes.

Aos 31 minutos, Mayke cruzou da direita e Lucas Lima foi solado na risca da área. Após consulta ao VAR, a arbitragem assinalou a penalidade.

Rony pediu a bola e, com paradinha, bateu com estilo no canto direito e deixou Banguera plantado no centro do gol.

Banguera salvou o terceiro gol do Palmeiras aos 37 minutos. Lucas Lima fez o cruzamento da esquerda e Gabriel Menino cabeceou firme para o goleiro espalmar.

O goleiro fez novo ‘milagre’ aos 44 minutos. Zé Rafael fez belo lançamento para Rony, que saiu frente a frente com Banguera, mas tentou o chute rasteiro e o arqueiro defendeu a finalização.

O Delfín voltou melhor para a segunda etapa e conseguiu criar suas primeiras chances na partida nos dez primeiros minutos.

Antes do primeiro minutos, Emerson Santos errou corte na pequena área e Janner Corozo tentou o chute de voleio para Weverton espalmar para escanteio.

Nova chance do Delfín aos quatro minutos. Dessa vez, Valencia arriscou da intermediária e Weverton segurou a pancada em dois tempos.

No contra-ataque, o Delfín ficou muito perto de diminuir o marcador aos sete minutos. Valencia avançou desde o meio campo, fintou Weverton e tentou cruzar para a área. Ramires errou o corte e Emerson Santos tirou a bola encima da linha de gol.

Mas foi o Palmeiras quem balançou as redes primeiro na segunda etapa. Rony cruzou da esquerda para Zé Rafael, que ajeitou, limpou a marcação e bateu firme no canto direito.

Rony teve grande chance para transformar o placar em goleada aos 19 minutos. Lucas Lima lançou o atacante na área, que mais uma vez bateu rasteiro encima de Banguera.

O ‘castigo’ veio quatro minutos depois. Vélez bateu escanteio fechado e Ramires desviou para trás, marcando gol contra para o Delfín.

Valencia teve grande chance para descontar o marcador aos 33 minutos. Garcéz fez o pivô e o atacante emendou de primeira perto do travessão de Weverton.

Banguera voltou a aparecer aos 37 minutos. Lucas Lima fez bela jogada pela esquerda e cruzou para Rony, mas o goleiro foi ágil para se antecipar e ficar com a bola.

Gabriel Menino quase dobrou a conta de gols no jogo. Aos 41 minutos, o meia arriscou falta da intermediária e Banguera caiu no canto direito para espalmar.

LEIA MAIS: Acompanhe a repercussão da morte de Diego Maradona

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="730744" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]