Diretoria do Palmeiras dispensa Felipe Melo após áudio que detona Cuca

Redação


Por Leopoldo Scremin – Especial para o Paraná Portal

Depois do vazamento de um áudio de Felipe Melo dizendo entre outras coisas que “não jogaria mais com Cuca” e que o treinador era um “covarde, mau-caráter e mentiroso”, a diretoria do Palmeiras, através de Alexandre Mattos anunciou que o atleta será negociado. A confusão entre ele e o técnico Cuca começou na sexta-feira, quando o treinador afastou o atleta.

“Felipe vai seguir outro caminho”, sentenciou Mattos. “Acima de tudo temos que ter respeito e preservar o ambiente. Depois do jogo do Mineirão, o Felipe teve uma situação de desrespeito muito forte com a Cuca.”

O que forçou o Palmeiras a tomar uma decisão foi o vazamento de um áudio muito pesado de Melo falando a respeito do clube e de Cuca. Nele, além de ofender o treinador e garantir que não vestiria mais a camisa do Palmeiras enquanto o curitibano fosse o treinador, Felipe ainda fala a respeito de ser negociado, inclusive citado o Flamengo como interessado.

“Aqui – no Palmeiras – não tem jeito, aqui já era. Com esse cara – Cuca – eu não trabalho”, disse Felipe Melo em áudio. “Esse cara – Cuca – é covarde, mau-caráter, mentiroso, fala uma coisa e faz outra. Fica ligando para a imprensa falando coisas que não aconteceram. Por enquanto eu ainda estou quieto, mas a hora que eu começar a falar vou rasgar ele no meio.”

“Agora vamos ver, confesso que tem vários clubes interessados”, continuou Felipe no áudio. Corinthians, Inter, São Paulo, Flamengo, Atlético Mineiro… todo mundo está interessado. Agora vai começar a clarear as coisas, inclusive o presidente quer falar comigo. Mas temos que fazer alguma coisa, porque com esse cara – Cuca – e não fico.”

“Parece que o Flamengo está interessado, estamos conversando. Se o Flamengo realmente quiser, este é o momento. Nunca esteve tão fácil”.

Porém, Alexandre Mattos deixou claro na entrevista coletiva que não pretende liberar Felipe Melo tão facilmente. Segundo o dirigente,o Palmeiras está aberto a propostas e quem quiser leva-lo terá que ressarcir o clube.

“O Felipe é um ativo, que vale dinheiro”, esclareceu Mattos. “Se alguém quiser, já vai o recado, que procure o Palmeiras. Não vai ser tão fácil, vai ser de uma forma boa para o clube e para atleta.”

Melo foi um dos jogadores mais polêmicos não só do Palmeiras, mas do futebol brasileiro no primeiro semestre. Desde sua apresentação ele chamou a atenção por declarações polêmicas e por confusões dentro e fora de campo.

Ao chegar à equipe disse que se necessário “daria tapa na cara de uruguaio”, situação esta que culminou com a briga generalizada no estádio do Penarol pela Libertadores, na qual o jogador foi suspenso após ser flagrada dando um soco no rosto de um adversário. Outra confusão envolvendo Felipe aconteceu ainda quando a equipe era comandada por Eduardo Batista. Felipe se desentendeu com o atacanteRóger Guedes após o treino, porém o caso foi relevado pelo treinador, que corria risco de ser demitido.

Mas o estopim de seu afastamento foi mesmo a confusão com o técnico Cuca. O treinador já havia se queixado a membros da diretoria sobre o atleta, que segundo ele tumultuava o ambiente. A conversa entre os dois aconteceu na última sexta, quando Cuca comunicou o atleta do afastamento por não conseguir encaixa-lo no time. O áudio caiu como uma “bomba” na diretoria, que teve de agir às pressas para contornar a situação e manter o “bom ambiente” na equipe, que ocupa a quarta colocação no campeonato brasileiro com 29 pontos.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="445547" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]