Domingo de festa no Jockey Club do Paraná

Leopoldo Scremin - Especial para o Paraná Portal

Quem havia se acostumado com as corridas de cavalo aos domingos, em outrora,
poderá “matar as saudades” e acompanhar um dos melhores momentos do turfe
paranaense este fim de semana, afinal, domingo é dia de Derby no Jockey Club do
Paraná.
Homenageando o patrono Pedro Alípio Alves de Camargo, figura ímpar na história do
turfe paranaense e um dos responsáveis pela construção do Jockey, o Derby será
disputado por oito animais de 3 anos e promete muita emoção durante o percurso de
2 mil metros. Despontam como favoritos o cavalo Liberty Corner, de propriedade do
Stud Fenômeno e a égua Grand Amiga, que possui vitórias clássicas em São Paulo e é
de propriedade do Haras Cifra.
Mas o Derby Paranaense não é a única atração do domingo no Jockey. Duas provas
clássicas também serão disputadas na tarde: a Prova Especial Raul Trombini, que tem
como destaque a égua Friends of Gold e o Clássico Criadores (L), grande “Criteruim”
paranaense que conta com potros de 2 anos.
Atrações para o público:
Visando atrair as famílias curitibanas, o Jockey apresentará várias atrações para o
público que comparecer. Um festival dos mais variados Food Trucks estará disponível,
assim como diversos brinquedos infantis e pôneis, para que as crianças possam
passear, tudo sem nenhum custo. Outra atração será a “Costela de Chão”, novidade
para quem quiser chegar um pouco mais cedo e almoçar no Jockey.
O Jockey Club do Paraná (Avenida Victor Ferreira do Amaral, 2299, Tarumã, em frente
ao Estádio Pinheirão) e a entrada e o estacionamento são gratuitos. O evento começa
às 12 horas e o primeiro páreo será corrido às 13h30.
Leilão:
Começando as festas do Derby Paranaense, foi realizado um concorrido leilão de
cavalos na noite da última sexta-feira. Além de vários potros filhos de garanhões
internacionais, foram vendidos animais que já estão correndo, com destaque para o
cavalo Jaspion Silent, vencedor do Grande Prêmio São Paulo.
A média do leilão foi muito boa, porém, alguns animais foram vendidos por valores
mais módicos, provando que muitas pessoas que gostam ou sonham ter um cavalo
podem sim investir no turfe e virar proprietário de um cavalo de corrida.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook