Dorival Júnior é demitido do Athletico após quatro derrotas seguidas no Brasileirão

Redação

dorival junior

Dorival Júnior não é mais técnico do Athletico Paranaense. O treinador de 58 anos foi demitido do clube nesta sexta-feira (28), dois dias depois da derrota por 1 a 0 para o São Paulo. A partida, adiantada pela 11ª rodada do Brasileirão, selou o quarto revés seguido do Furacão em 2020.

Vale ressaltar que Dorival não comandou a equipe do banco de reservas em três desses quatro jogos após ter contraído covid-19 no último dia 14. Ele cumpriu o protocolo de isolamento e voltou às atividades presenciais justamente contra os paulistas.

Contudo, a diretoria avaliou que o desempenho da equipe não agradou. O time passou por muitas alterações e perdas de jogadores, mas esperava-se mais do atual campeão da Copa do Brasil.

Dorival sai do Athletico com aproveitamento de 55%: foram nove vitórias, três empates e seis derrotas. Ele comandou o time na Supercopa do Brasil, Campeonato Paranaense, Libertadores e Campeonato Brasileiro.

“O Athletico Paranaense agradece Dorival Júnior pelos serviços prestados e deseja sucesso na continuidade da carreira”, disse o clube, em nota.

Além dele, os auxiliares Lucas Silvestre, filho do treinador, e Leonardo Porto também deixam o clube. Até o momento não há algum nome especulado para assumir o time.

O Athletico é o 10° colocado do Brasileirão, com seis pontos conquistados. O time se prepara para o confronto contra o Bragantino, marcado para próxima quarta-feira (2), às 20h30, na Arena da Baixada, pela sexta rodada. O auxiliar técnico do clube, Eduardo Barros, assumirá a equipe interinamente

A partida contra o Atlético-MG, que estava prevista para esse final de semana, foi adiada já que o Galo disputa a final do Campeonato Mineiro contra a Tombense.

DORIVAL JÚNIOR É DEMITIDO DO ATHLETICO

Com a demissão de Dorival Junior no Athletico-PR, são cinco clubes da Série A do Campeonato Brasileiro que já mudaram o técnico nas cinco primeiras rodadas. Confira a lista:

  • Coritiba: demitiu Eduardo Barroca e contratou Jorginho;
  • Flamengo: perdeu Jorge Jesus e trouxe Domenèc Torrent;
  • Goiás: demitiu Ney Franco e contratou Thiago Larghi;
  • Santos: demitiu Jesualdo Ferreira e contratou Cuca.

Previous ArticleNext Article