Dunga é demitido do comando da seleção brasileira

Andreza Rossini


O treinador Dunga foi demitido da seleção Brasileira nesta terça-feira (14), após uma reunião na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), com Marco Polo del Nero. O coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi, também estava presente na reunião e deixou o cargo. A expectativa é que Tite seja anunciado como substituto nas próximas horas.

A demissão de Dunga aconteceu após a derrota para o Peru e a eliminação do Brasil da Copa América Centenário, na primeira fase da competição. Desde que assumiu a seleção após a Copa de 2014, Dunga tem uma série de maus resultados: queda nas quartas de final na Copa América de 2015 e atual sexto colocado nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo na Rússia, em 2018. A seleção brasileira não era eliminada na primeira fase da Copa América desde 1987.

O próximo compromisso da seleção é com a Olimpíada. A CBF precisa entregar uma lista com os 35 nomes pré-selecionados para a competição até esta quarta-feira (15).

Veja o comunicado oficial da CBF:

“A Confederação Brasileira de Futebol comunica que decidiu, nesta terça-feira, dissolver a comissão técnica da Seleção Brasileira. Deixam os cargos o coordenador de Seleções, Gilmar Rinaldi, o técnico Dunga e toda a sua equipe.

A decisão foi tomada em comum acordo durante reunião nesta tarde e, a partir de agora, a CBF inicia o processo de escolha da nova comissão técnica da Seleção Brasileira.

A CBF agradece a dedicação, a seriedade e o empenho da equipe durante a realização do trabalho”.

Previous ArticleNext Article