Eleição do Coritiba está suspensa e Conselho marca reunião para tentar encontrar saída

A eleição do Coritiba não tem data para acontecer. O pleito não foi realizado neste sábado (12) por proibição da prefeit..

Redação - 12 de dezembro de 2020, 15:34

Geraldo Bubniak/AGB
Geraldo Bubniak/AGB

A eleição do Coritiba não tem data para acontecer. O pleito não foi realizado neste sábado (12) por proibição da prefeitura de Curitiba e tinha sido remarcado para a próxima terça-feira (15), de forma on-line. Contudo, a data também foi suspensa porque o sistema contraria o estatuto do clube. Ou seja, não há definição e o atual presidente Samir Namur segue no cargo enquanto não há eleição.

Para tentar encontrar uma saída, o Conselho Deliberativo marcou uma reunião extraordinária na próxima segunda-feira (14), às 19h.

As chapas Coritiba Ideal (Renato Follador), Coritiba Responsável (Samir Namur) e União Coxa (João Carlos Vialle) não entraram em consenso, o que dificulta uma solução de maneira fácil. Três datas - 20 de dezembro, 16 de janeiro e 30 de janeiro - estiveram na discussão da mesa, assim como o formato (presencial ou on-line). Não houve acordo algum e agora a bomba ficou para o Conselho. Além disso, existe possibilidades das chapas entrarem na Justiça para tentarem reverter alguma decisão do Conselho que desagrade.

O Coritiba entra em campo neste domingo (13) contra o Sport pela 25ª rodada do Brasileirão. O duelo direto na luta contra o rebaixamento está marcado para às 18h15, na Ilha do Retiro, em Recife.