Em amistoso com três expulsões, Furacão e Peñarol empatam

Redação


O Atlético empatou por 0 a 0 em sua primeira partida oficial na noite desta quarta-feira diante do Peñarol, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR). A partida que seria amistosa, teve seu clima quente durante o tempo inteiro e deixou o saldo de três expulsões, confusões, nove cartões amarelos e vários gols perdidos. O Furacão volta a campo no final de semana, na estreia do Paranaense contra o Rio Branco.

As duas equipes irão disputar a Libertadores, o Atlético precisa passar pelo Millionarios, da Colômbia, mas o clima do jogo era de muita disputa. O Atlético criou sua primeira chance aos 15 minutos. Nikão pegou rebote na entrada da área e arriscou. O chute saiu por cima do gol. Dois minutos depois, Nicolas recebeu na área e tocou de primeira para Luis Henrique. O atacante dominou, girou e bateu para o gol. O goleiro uruguaio defendeu.

Aos 42 minutos, a melhor chance atleticana do primeiro tempo. Pablo fez jogada pela esquerda e lançou para Nicolas. O lateral cruzou na área e Luis Henrique tentou de cabeça. A bola passou raspando a trave direita do goleiro adversário.
No início da segunda etapa, o time uruguaio se lançou um pouco mais ao ataque e criou boa chance, aos sete minutos. Em chute de longa distância, a bola passou próxima do gol de Santos. Aos 11 minutos, o Furacão quase marcou. O atacante Crysan, que havia acabado de entrar, aproveitou cruzamento de Sidcley e, de cabeça, acertou o travessão.
Aos 29 minutos, porém, o time uruguaio apelou para a violência e Guzmán Pereira agrediu o meia Nikão. Após confusão entre as duas equipes, Pereira e Nikão foram expulsos. Dois minutos depois, Ángel Rodríguez acertou Léo no chão e também recebeu o cartão vermelho.
Ficha técnica
Atlético Paranaense 0x0 Peñarol
Amistoso Internacional
Local: Estádio Atlético Paranaense, em Curitiba (PR)
Árbitro: Jhonatan H. Andrade
Auxiliares: Lucas de Andrade Amaral e Priscila Cremonez
Público total: 29.367
Atlético Paranaense: Santos; Jonathan (Léo, aos 20’ do 2º T), Paulo André (Wanderson, aos 13’ do 2º T), Thiago Heleno (Marcão, aos 30’ do 2º T) e Nicolas (Sidcley, aos 8’ do 2º T); Luis Otávio e Lucho González (Matheus Rossetto, aos 14’ do 2º T); Pablo (Matheus Anjos, aos 36’ do 2º T), Felipe Gedoz (Crysan, aos 8’ do 2º T) e Nikão; Luis Henrique.
Técnico: Paulo Autuori
Cartões amarelos: Luis Henrique, Nikão, Luiz Otávio
Cartão vermelho: Nikão
Peñarol: Gastón Guruceaga; Álex Silva, Ronaldo Conceição (Maximiliano Perg, no intervalo), Ramón Arias e Hernán Petryk; Nahitan Nandez, Guzmán Pereira, Matías Mier (Marcel Novick, aos 20’ do 2º T) e Gastón Rodríguez (Martín Boselli, aos 34’ do 2º T); Junior Arias (Ángel Rodríguez, aos 11’ do 2º T) e Mauricio Affonso (Tomás Costa, aos 45’ do 2º T).
Técnico: Leonardo Ramos
Cartões amarelos: Ronaldo Conceição, Matías Mier, Gastón Rodríguez, Hernán Petryk, Ramón Arias, Marcel Novick
Cartões vermelhos: Guzmán Pereira, Ángel Rodríguez

 

 

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="410805" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]