Em jogo de duas viradas, França elimina Argentina da Copa

Se depender do primeiro jogo, as oitavas de final da Copa do Mundo prometem ser emocionantes. França e Argentina fizeram..

Roger Pereira - 30 de junho de 2018, 13:12

Se depender do primeiro jogo, as oitavas de final da Copa do Mundo prometem ser emocionantes. França e Argentina fizeram, neste sábado, o melhor jogo do mundial até o momento. Com show de Mbappé, a França venceu por 4 a 3, passando para as quartas de final e eliminando a Argentina.

A Argentina chegou a ter 70% da posse de bola em determinado momento do primeiro tempo, mas foi a França que abriu o placar. Aos 11 minutos, Mbappé arrancou desde o meio campo, invadiu a área e foi derrubado por Rojo, na primeira grande jogada do camisa 10 francês que viria a ser o nome da partida. Pênalti que Griezmann cobrou para abrir o placar.

Depois do gol, a Argentina se perdeu. Ainda tinha a posse de bola, mas quase nada criava. A França, quando atacava, era muito mais perigosa. Mas, aos 42 minutos, Di Maria acertou um belo chute de fora da área para empatar a partida. Os jogadores foram para o intervalo com o placar em 1 a 1.

O segundo tempo foi eletrizante. Disparado, os melhores 45 minutos do mundial. Logo aos 3 minutos, a Argentina conseguiu a virada. Em bate-rebate na área, a bola sobrou para Messi, que chutou fraco, mas Mercado desviou no meio do caminho e tirou qualquer possibilidade de defesa do goleiro Lloris.

Aos 11 minutos Griezmann quase empatou numa lambança de Fazio, que recuou para Armani quando o goleiro estava fora do gol. Mas o empate veio no minuto seguinte, com um golaço. De fora da área, Pavard acertou um sem-pulo espetacular.

Depois do empate, Mbappé tomou conta do jogo, com dois belos gols. Aos 18 minutos, ele voltou a colocar a França na frente, ao receber na área, cortar a marcação e bater forte. Aos 22’, num belo contra-ataque, a França “matou o jogo”. França sai tocando rápido, Matuidi toca para Giroud no meio, que vê Mbappé passando pela direta e passa. O camisa 10 ajeita e manda uma chutaço. 4 a 2 no placar.

A Argentina ainda diminuiu com Aguero, de cabeça, aos 481, mas já era tarde demais para buscar o empate.

Depois dos campeões mundiais (Alemanha) caírem na primeira fase, os vice-campeões se despedem nas oitavas de final e Messi perde mais uma chance (talvez sua última) de conquistar o mundo.