Em teste dos novatos, Brasil goleia El Salvador

O Seleção Brasileira goleou El Salvador, por 5 a 0, nesta terça-feira (11), em amistoso, no FedEx Stadium, em Washington..

Francielly Azevedo - 11 de setembro de 2018, 23:24

Foto: Lucas Figueiredo &#124 CBF
Foto: Lucas Figueiredo &#124 CBF

O Seleção Brasileira goleou El Salvador, por 5 a 0, nesta terça-feira (11), em amistoso, no FedEx Stadium, em Washington (EUA). Com uma atuação de gala e testando os novatos, o time comandado por Tite não mostrou dificuldades para bater o rival.

O treinador promoveu seis alterações na equipe em relação ao time que enfrentou os Estados Unidos, na última sexta-feira. Além disso, promoveu outras seis mudanças durante a partida. Com isso, a equipe ficou assim Neto, Éder Militão, Dedé (Felipe), Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro (Fred), Arthur (Andreas Pereira) e Philippe Coutinho (Everton); Douglas Costa (Willian), Richarlison (Lucas Paquetá) e Neymar.

UM CHOCOLATE

A Seleção tratou logo de mostrar a que veio. Foi no primeiro ataque, aos dois minutos, que Richarlison sofreu pênalti. Neymar foi para cobrança e com tranquilidade abriu o placar

O time brasileiro ampliou aos 15. Neymar passou para Richarlison, de primeira, mandar no ângulo esquerdo de Hernández. A equipe quase chegou aos terceiro gol aos 21, mas Philippe Coutinho acertou o travessão.

Porém, não demorou para rede balançar novamente. Dessa vez, aos 29, Coutinho não desperdiçou. Após receber a bola sem marcação na meia-lua, o meia chutou sem chance para o goleiro.

Foi só aos 42 que a equipe adversária conseguiu esboçar um ataque. Mas o cruzamento rasteiro foi cortado por Dedé.

Depois do intervalo, Tite promoveu as mudanças. Tirou Dedé e Casemiro e colocou Felipe e Fred, respectivamente. A Seleção seguiu na ofensiva e, aos cinco, fez o quarto gol. Coutinho tentou a jogada individual, foi desarmado na área, e a bola sobrou para Richarlison chutar de canhota.

Já com o placar elástico, Tite mexeu novamente: Everton, Lucas Paquetá, Willian e Andreas Pereira substituíram Coutinho, Richarlison, Douglas Costa e Arthur, respectivamente. O Brasil seguiu pressionando e completou o placar aos 44. Neymar cobrou escanteio da esquerda, e Marquinhos subiu sozinho para testar firme para o fundo da meta.