Embalado, Coritiba quer quebrar tabu e vencer o Fluminense fora de casa

Fernando Garcel


Embalado após a vitória contra o Atlético-PR, o Coritiba enfrenta o Fluminense, no Raulino de Oliveira, neste sábado (02), a partir das 16h, em partida válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Desde o início do Brasileirão, o Coxa não venceu nenhuma partida fora do Couto Pereira.

Os melhores desempenhos da equipe paranaense, mesmo que não tenha conseguido superar os adversários, aconteceu contra o Santos, Corinthians e Figueirense. Contra os times paulistas, o Coxa abriu o placar, mas sofreu com a virada. Já contra a equipe catarinense, o alviverde conseguiu segurar o empate e marcar o primeiro ponto fora de casa.

Para a partida, o técnico Pachequinho vai ter que administrar uma equipe cheia de desfalques. Benítez, González, Ceará, Ruy, Iago e Edinho fazem parte de um elenco que não entra em campo no Rio de Janeiro. Por outro lado, a equipe tem o retorno do técnico, que cumpriu suspensão no clássico Atletiba e foi substituído pelo auxiliar técnico Márcio Goiano. Com isso, o provável Coritiba é Wilson; Dodô, Luccas Claro, Juninho, Carlinhos; João Paulo, Amaral (Alan Santos), Juan, Felipe Amorim (Kazim); Leandro e Kleber.

Do outro lado de campo, os anfitriões com 16 pontos e a 12ª colocação da tabela, passam por momentos complicados. Na véspera da partida, membros de uma torcida organizada tentaram invadir o treinamento para cobrar os jogadores e a diretoria. O técnico Levir Culpi atesta que a culpa pelos resultados é do desgaste causado pelas viagens que a equipe tem que fazer para jogar, visto que o Maracanã o Engenhão estão fechados.

Os desfalques são o meia Cícero, o lateral-esquerdo Giovani e o volante Pierre, que cumprem suspensão por cartões amarelos. Culpi deve montar a equipe com o estreiante Willian Matheus. O provável Fluminense entra em campo com Diego Cavalieri, Weilligton Silva, Gum, Henrique e Willian Matheus; Piere, Edson, Dudu e Gustavo Scarpa; Osvaldo e Magno Alves.

Previous ArticleNext Article