Esgrimista curitibano é campeão de torneio nacional

Com informações da Prefeitura de CuritibaO esgrimista curitibano Athos Schwantes, atleta beneficiário da Lei Municipal d..

Andreza Rossini - 13 de março de 2017, 11:50

Com informações da Prefeitura de Curitiba

O esgrimista curitibano Athos Schwantes, atleta beneficiário da Lei Municipal de Incentivo ao Esporte, é o campeão do Torneio Nacional Cidade de Curitiba na modalidade espada, disputado no último fim de semana.

Promovido pela Confederação Brasileira de Esgrima no Clube Círculo Militar, o torneio abriu as competições oficiais do Circuito Brasileiro. Com a vitória, Athos mantêm-se como primeiro colocado no ranking nacional da modalidade.

“Curitiba está mais uma vez mostrando sua força, sempre disputando títulos, e mais uma vez mantivemos levamos o título”, disse Athos, que é beneficiário da Lei de Incentivo ao Esporte.

O Torneio foi disputado entre os dias 10 a 12 de março, com competições nas modalidades espada, florete e sabre nas categorias masculino e feminino. O adversário de Athos Schwantes na final foi o atleta do Clube Militar do Rio de Janeiro, Malcolm Miller, que havia eliminado o curitibano Gabriel Daher Bonamigo, também atleta beneficiado pela Lei de Incentivo ao Esporte, nas semifinais.

Na final, Athos chegou a ficar dois pontos atrás antes de virar e sagrar-se campeão com o resultado de 15 a 12. Na disputa pela terceira posição, Gabriel Bonamigo venceu o atleta da Comissão de Desportos do Exército, Fabiano Lunnardi, por 15 a 13.

“Quero sempre melhorar o desempenho em relações a competições anteriores. É a segunda vez que conquisto a terceira posição de um torneio nacional e irei trabalhar ainda mais para superar esse resultado no Rio de Janeiro em abril”, disse Gabriel Bonamigo, que no início do mês conquistou o bronze na categoria espadas por equipe no Campeonato Pan-Americano de Esgrima, disputado em Havana, Cuba.

Lei de Incentivo ao Esporte

Em 2017 a Lei Municipal de Incentivo ao Esporte deve auxiliar 394 projetos esportivos de 46 modalidades. Serão distribuídos R$ 3,3 milhões, nos quais se destacam 206 trabalhos de atletas de categorias olímpicas e 26 de modalidades.

Para ser beneficiário da Lei do Incentivo ao Esporte, o atleta deve ter residência fixa há mais de um ano em Curitiba e montar um projeto que explique a razão da solicitação, as metas que pretende alcançar e seus custos. Em contrapartida, o atleta incentivado precisa fazer prestação de contas e participar de ações que visem à promoção social no Município.

Projetos de iniciação esportiva apresentados por entidades, escolas municipais e projetos de educação ligados ao esporte também podem receber o benefício da Lei de Incentivo ao Esporte. O próximo período de inscrições ocorrerá no final do ano.