Especialista afasta bariátrica como causa da hemorragia de Maradona

Fernando Garcel

O ex-jogador de futebol argentino Diego Maradona, 58 anos, foi internado na última sexta-feira (4) com uma hemorragia no estômago. O sangramento foi descoberto após exames de rotina feitos para renovação do contrato com o time que ele comanda, o Dorados de Sinaloa, do México.

Após o seu internamento, fontes e veículos de imprensa levantaram a hipótese de que a hemorragia teria sido causada por um problema com a cirurgia bariátrica, também conhecida como redução de estômago, realizada em 2015.

Segundo o especialista em cirurgia bariátrica e ex-presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) Caetano Marchesini, os sangramentos no estômago não são incomuns e vários fatores podem desencadeá-los, como por exemplo o uso contínuo de remédios anti-inflamatórios e maus hábitos como o tabagismo e bebidas alcoólicas.

“Não são só as pessoas operadas que tem hemorragia digestiva. Alguns medicamentos podem levar ao sangramento, entre eles os anti-inflamatórios não-esteroides e corticoides podem levar a formação de úlceras”, explica Marchesini.


Segundo o especialista, as úlceras, muitas vezes, são assintomáticas, ou seja, a pessoa não percebe o problema e só se dá conta quando nota os sangramentos. Em casos mais graves, a úlcera pode causar uma perfuração e levar a uma cirurgia de emergência.

O tabagismo e o consumo de bebidas alcoólicas também estão ligados com a formação de úlceras e hemorragias estomacais.

“Pessoas que fumam grandes quantidades estão na lista de quem tem predisposição a ter úlceras e consequentemente sangramentos e uma perfuração. O abuso de alcool, principalmente nessa época de festividades, também pode levar ao aparecimento de sangramentos agudos e atendimentos de emergência”, diz o especialista.

Outras causas

Ainda de acordo com o Marchesini, as úlceras e sangramentos podem surgir quando a pessoa possui fatores de predisposição ao problema, como por exemplo a degeneração natural dos tecidos causada pelo envelhecimento, doenças crônicas, como a diabetes, e ter passado por procedimentos cirúrgicos como a bariátrica.

“Pacientes que necessitam usar medicamentos anti-inflamatórios devem ser vigiados de perto porque podem apresentar úlceras silenciosas”, finaliza.

Maradona foi hospitalizado para realização de uma endoscopia e passa bem. No Instagram, o ídolo do futebol argentino agradeceu as mensagens de carinho e passou o final de semana com familiares.

Post anteriorPróximo post