Estreantes, Zulia e Chapecoense duelam pela Libertadores

Redação


Com os sobreviventes Alan Ruschel e Neto inscritos, a Chapecoense se reconstruiu desde o fatídico acidente de novembro do ano passado – quando perdeu a maioria de seu elenco – e inicia nesta terça-feira (7), contra o Zulia, no Estádio Pachencho Romero, em Maracaibo, sua participação na Copa Libertadores. Foram realizadas 37 contratações para que a equipe pudesse ser remontada e o técnico Vagner Mancini destacou o momento que a equipe tem vivido, com três vitórias consecutivas no campeonato estadual.

“É sem dúvida muito mais que uma partida, é a disputa de uma competição que vale muito, a mais disputada da América do Sul, e espero que a Chapecoense faça uma grande competição, é muito mais que um jogo, vamos entrar em campo com grande responsabilidade, houve a reconstrução de todo um departamento”, comentou.

O goleiro Arthur também avalia a estreia do time como importante para o clube. “Será a chance que teremos para ver em qual nível estamos, queremos fazer uma boa competição”, disse.

Já os recém contratados Wellington Paulista e Andrei Girotto tiveram problemas com documentos e se juntaram nesta terça à delegação. Zeballos,  Ruschel e Neto, ainda não estão em condições de jogar por estarem em recuperação.

O venezuelano  Zulia também é estreante na Copa Libertadores da América e tem entre seus destaques  Orozco e Arango, além do veloz meio-campista Jefferson Savarino e do argentino Sergio Unrein.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="417827" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]