Estrela de Eduardo Batista brilha e Coritiba vence o Criciúma no Couto Pereira

Roger Pereira

O técnico Eduardo Batista mostrou que tem estrela na dua estreia pelo Coritiba. Menos de um minuto depois de fazer sua primeira substituição, o jogador que ele colocou no jogo fez o gol da vitória coxa-branca por 2 a 1 na partida desta noite, no Couto Pereira, válida pela terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com apoio da torcida, que fez uma bela recepção ao time, motivado pela vitória na partida anterior e pela estreia do novo técnico, e enfrentando um dos lanternas da competição, o clima estava montado para a arrancada do Coxa na Série B. Mas foi muito mais difícil do que imaginado. O Criciúma teve as melhores chances do jogo e Wilson, mais um vez, garantiu a vitória alvi-verde.

Se a expectativa era de um Criciúma retrancado, focado em não perder a terceira partida consecutiva, o time catarinense surpreendeu. Tomo a iniciativa do jogo e finalizou mais que o Coritiba. Depois de duas boas chegadas, os visitantes conseguiram abrir o placar aos 17 minutos. Lucas Coelho cruzou da direita e João Paulo, na marca do pênalti, teve tempo de dominar, virar e fuzilar Wilson para fazer 1 a 0.

O gol acordou o Coritiba, que chegou com perigo pela primeira vez ais 23 minutos. Vinícius Kiss puxou a jogada e abriu para Kady, que chegou ao fundo e cruzou rasteiro, mas a defesa chegou antes para cortar. Kady era o nome do Coxa no primeiro tempo e, após boa jogada individual, aos 32 minutos, conquistou um escanteio. Na cobrança, a zaga afastou da área e a bola sobrou pra ele, que acertou uma bomba de esquerda, fazendo um belo gol para empatar a partida.


O Criciúma também voltou melhor no segundo tempo. Nos primeiros 10 minutos, teve três chances reais de gol. Mas, na primeira chegada coxa, saiu o gol da virada. Aos 11 minutos, Eduardo Batista trocou Julio Rusch por Yan Sasse. E, 49 segundos depois, em seu primeiro toque na bola, ele recebeu na entrada da área e bateu cruzado para fazer o segundo gol coxa.

Depois do 2 a 1, só deu Wilson. O Coritiba não chegou mais na área catarinense e a equipe visitante imprimiu uma forte pressão. Aos 14 minutos, o goleiro começou a brilhar: fez duas defesas seguidas, para evitar o empate. Aos 15’ mais uma, em chute de longe de João Paulo. Aos 18’ a mais bonita delas, em cabeçada de Nicolas. Com Wilson frustrando as investidas, o Criciúma foi diminuindo o ritmo e o Coxa controlando melhor o jogo. Wilson ainda fez mais duas intervenções antes do abafa final do Criciúma, com bolas levantadas na área, mas sem perigo para a defesa do Verdão, que conquistou sua segunda vitória na Série B.

Com o resultado o Coxa pula, temporariamente, para a 7ª posição do campeonato, com seis pontos, enquanto o Criciúma é o 17º, ainda sem pontuar.

Post anteriorPróximo post
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal
Comentários de Facebook