Evangelista Cyborg sofre afundamento de crânio e corre risco de morte

Fernando Garcel


– Atualizado 18/07 às 9h

O lutador Michael Page, conhecido como “o novo Anderson Silva” por ter um estilo de luta ousado como o do brasileiro, venceu o brasileiro Evangelista Cyborg com uma joelhada voadora no cage do Bellator, uma importante organização de artes marciais mistas (MMA), na noite deste sábado (16).

> “Só avariou a lataria”, declara Cyborg após afundamento de crânio

O atleta chegou a brincar com a vitória e “capturou” o adversário com uma pokébola ainda dentro do cage.

> Michael Page se transforma em treinador Pokémon e captura brasileiro no Bellator ?

Apesar da brincadeira de Page, a lesão sofrida por Evangelista Cyborg, ex-marido da também lutadora Cris Cyborg, e que defende a academiam curitibana Chete Box, foi grave. A joelhada que levou Page ao nocaute causou um afundamento de crânio e há risco de morte.

Pelo Instagram, Cris Cyborg pede que os fãs do esporte façam uma prece pelo lutador. “Fãs de luta, façam uma prece para o meu ex-marido Cyborg Santos. Ele ainda está no hospital e não tem certeza de quando vai poder voar de volta para casa. O Bellator é responsável por todos os procedimentos médicos, mas ele não vai poder trabalhar por um tempo e nós vamos arrecadar ajuda para ele”, escreveu a ex-campeã do Strikeforce e atual campeã do Invicta FC.

Segundo Cyborg, o ex-marido ainda não fez uma cirurgia porque os médicos “estão preocupados que o cérebro continue a inchar e causar mais dano”.

Pelo Twitter, o árbitro da luta, John McCarthy, afirmou que a joelhada que acertou Page foi a mais dura que ele viu em toda a carreira. “O som do golpe foi como o de um taco de beisebol acertando a bola. Cyborg teve a testa quebrada. Sem dúvida foi a joelhada mais dura que eu já vi”, conta.

Cyborg é natural de Rondonópolis, no Mato Grosso, e iniciou a carreira em 1997. Desde então o lutador carrega 21 vitórias e 18 derrotas pelo Pride, Strikeforce, e outros eventos de MMA.

Capturar

Mesmo com a gravidade do ferimento, o lutador garante que está bem e que a repercussão que o caso tomou foi maior do que o esperado. Ele deixou o hospital onde estava internado por conta própria e prometeu retornar aos cages em até seis meses.

Em entrevista com a Ag. Fight, Cyborg fez questão de de deixar claro que sofreu “apenas” uma fratura e que não teve qualquer tipo de dano cerebral e que deve fazer uma cirurgia em até dois dias. “Gente, estou bem, o pessoal viaja. Só avariou a lataria, não encostou no motor (risos). Volto para o Texas na terça e opero lá. Acho que em breve estou de volta. Foi apenas uma fratura no osso.  Na hora foi a dor da fratura, mas não fiquei com ânsia de vômito nem nada. Estou bem. As pessoas tem o hábito de julgar a gravidade das coisas somente pela aparência. Essa foto que circulou da fratura, realmente fraturou, mas não tive danos cerebrais, estou bem e nem fiquei no hospital. Eu fui lá só para fazer a ressonância e agora vou esperar umas 48h para poder viajar. Estou bem, estou inteiro e daqui a pouco estou indo para casa. A galera não tem com o que se preocupar. Acredito que em seis meses estou de volta”, declarou.

Previous ArticleNext Article