F1: Leclerc vence na Áustria e quebra de Sainz impede dobradinha da Ferrari

Com carros mais rápidos e equilibrados, a Ferrari tinha tudo para ocupar as duas primeiras posições. Carlos Sainz Jr. abandonou após quebra do motor

Redação - 10 de julho de 2022, 11:35

Reprodução/Twitter @f1
Reprodução/Twitter @f1

O que parecia ser um domingo perfeito para a Ferrari acabou por reviver um antigo fantasma: a confiabilidade dos carros construídos pela equipe de Maranello. Charles Leclerc dominou o GP da Áustria, mas seu companheiro, Carlos Sainz Jr., abandonou faltando 11 voltas para o fim após a quebra do motor.

O infortúnio ferrarista beneficiou o atual campeão mundial, Max Verstappen, da Red Bull, que terminou o GP da Áustria na 2.ª colocação, diminuindo o prejuízo na corrida pelo título de pilotos e construtores. Sergio Pérez abandonou.

Os carros da Mercedes, que mostram uma importante evolução dedes o GP de Silverstone, chegaram na 3.ª e 4.ª colocações. O heptacampeão mundial Lewis Hamilton conseguiu o terceiro pódio consecutivo na temporada, seguido pelo companheiro George Russell.

Esteban Ocon, da Alpine, completou o GP da Áustria na 5.ª colocação. Confirmando o bom momento na temporada, Mick Schumacher, da Haas, chegou em 6.°, o melhor resultado da carreira.

Também pontuaram no GP da Áustria: Lando Norris (McLaren), em 7.°, Kevin Magnussen (Haas), em 8.°, Kevin Magnussen (McLaren), em 9.°, e Kevin Magnussen (Alpine), em 10.°.