Falta de jogadores marca três partidas no futebol paranaense

Ayrton Baptista Junior - CBN Curitiba

Futebol é onze contra onze, mas não foi esta a conta em três jogos disputados neste final de semana. Sexta-feira (12) e domingo (14), o time feminino do Grecal, de Campo Largo, atuou com apenas oito atletas em Curitiba. Sábado (13), quem sofreu com ausências foi o Grêmio Maringá, que utilizou apenas nove jogadores em Rolândia.

Parte do elenco do time de Campo Largo desistiu do Campeonato Paranaense Feminino, que é amador. As oito restantes foram goleadas pelo Foz Cataratas, por 14 a 0, e pelo Toledo, por 7 a 1. A equipe de Foz do Iguaçu conquistou a taça de heptacampeão paranaense feminino, com 100% de aproveitamento (6 vitórias) e sem sofrer um gol sequer.

Instabilidade financeira é o drama do Grêmio Maringá há mais de uma década. O clube que já foi três vezes campeão estadual (1963/64 e 1977) disputa a terceira divisão, que é profissional. A falta de recursos fez alguns atletas deixarem o tradicional alvinegro. O curioso é que, mesmo com apenas nove atletas, o Grêmio conseguiu derrotar o Cambé, por 3 a 2, em Rolândia.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook