FC Cascavel busca título paranaense por consolidação no estado

O FC Cascavel foi a equipe do interior do Paraná que mais evoluiu nos últimos cinco anos e em 2021 chegou a decidir o título paranaense.

Jorge de Sousa - 20 de janeiro de 2022, 15:15

O FC Cascavel foi a equipe do interior do Paraná que mais evoluiu nos últimos cinco anos e em 2021 chegou a decidir o título paranaense. Por isso, a conquista do torneio irá servir como consolidação para esse novo momento da equipe. A Serpente Aurinegra é o sétimo time do especial do Paraná Portal sobre os 12 clubes do estadual.

Além da boa campanha no Paranaense, o FC Cascavel ainda conseguiu avançar de fase na Copa do Brasil e chegou até a etapa eliminatória do Campeonato Brasileiro da Série D.

Inclusive a campanha na quarta divisão nacional terminou de forma decepcionante, após o FC Cascavel terminar com uma das melhores campanhas da primeira fase do torneio e ser eliminada pelo Cianorte na sequência.

Mas o bom futebol apresentado durante a temporada fez com que a diretoria buscasse a renovação com o treinador Tcheco por mais uma temporada, sendo essa a primeira vez que o técnico consegue ficar nessa função em uma equipe por ao menos dois anos.

Além de Tcheco, peças importantes do elenco na última temporada como o zagueiro Diego Giaretta, os laterais Libano e Willian Simões, além dos atacantes Carlos Henrique e Léo Itaperuna.

Já os principais reforços contratados para a temporada são o Jamerson (ex-Juazeirense), os volantes França (ex-Coritiba e Palmeiras) e Fabrício (ex-Guarani) e os atacantes Núbio Flávio (ex-Paraná Clube) e Samuel (ex-Aparecidense)

TIME-BASE DO FC CASCAVEL

O FC Cascavel deve iniciar o Campeonato Paranaense ainda apostando na base da última temporada, até pela perspectiva da chegada de novos reforços durante a competição.

Dos reforços trazidos até o momento, a tendência é que apenas Fabrício deva ser titular na estreia da equipe, contra o Rio Branco, no próximo domingo (23).

Com isso, o time base para o duelo deve ser formado por: Ricardo Ernesto, Libano, Willian Gomes, Diego Giaretta e Willian Simões; Duda, Fabrício, João Pedro e Robinho; Léo Itaperuna e Carlos Henrique.

PALAVRA DO TÉCNICO TCHECO

A avaliação é bem positiva. Estamos bem satisfeitos até o momento com a preparação da equipe, com a disposição dos atletas em corresponder ao que a gente pede nos treinamentos e nos jogos-treino. Óbvio que existem alguns erros, algumas coisas que precisam ser ajustadas e que estamos ajustando em nossos treinamentos.

Foi uma boa pré-temporada, trabalhamos bem a parte física e tática, encontramos algumas dificuldades nos amistosos, que servem para isso mesmo, para corrigirmos dentro das situações que a gente encontrou as dificuldades.

O importante é chegar na estreia já bem formalizado com o esquema tático, uma forma física mais adequada e a gente teve essa elaboração muito bem feita.

A respeito do Campeonato (Paranaense) é um campeonato muito mais difícil que o ano passado. Entendo que os clubes que subiram da segunda divisão estão muito mais organizados, alguns clubes que ficaram na primeira divisão e tiveram dificuldades se arrumaram. Exemplo do Rio Branco, que teve dificuldades no ano passado e esse ano fez uma boa pré-temporada, estamos acompanhando através dos seus jogos que vai ser uma equipe muito mais competitiva.

A capital vai querer buscar novamente a hegemonia do campeonato. Então se torna mais difícil, embora a gente tenha também um propósito que é tentar manter a mesma qualidade do ano passado, o mesmo futebol, mas sabemos que vai ser difícil. Temos a condição de termos o torcedor junto com a gente e ser o 12º jogador, o que nos faz querer apresentar ainda mais um bom futebol.

Eu costumo trabalhar passo a passo. Nós temos um objetivo primeiro de classificação entre os oito e atingindo essa classificação vamos tentar passar fase a fase do mata-mata.

É lógico que a gente sempre almeja o principal, mas o futebol é um esporte muito imprevisível, que podem acontecer diversas situações, e a gente vai ter que estar sempre em um teste de fogo para isso.

Então como passo para os jogadores vamos classificar primeiro entre os oito, depois passo a passo tentar buscar cada objetivo, para quem sabe buscar uma nova final e o título, mas isso devagarzinho. O mais importante é mantermos o pé no chão, por tudo o que produzimos ano passado