Felipão inicia trabalho e elogia torcida do Athletico: "Fora de série"

O trabalho de Felipão no Athletico começou oficialmente neste domingo, um dia após a vitória da equipe rubro-negra sobre o Ceará.

Redação - 08 de maio de 2022, 19:00

Foto: José Tramontin/athletico.com.br
Foto: José Tramontin/athletico.com.br

Luiz Felipe Scolari iniciou o trabalho como novo técnico do Athletico neste domingo (8), após assistir a vitória sobre o Ceará na Arena da Baixada. Em entrevista ao site oficial do clube, Felipão fez questão de mostrar que espera o apoio da torcida rubro-negra. 

“Tenho certeza que até o final do ano vamos fazer com que a torcida se sinta muito mais feliz do que já é com esse time do Athletico, com tudo o que vem sendo feito".

"Nós queremos a amizade e o carinho para ajudar nos momentos principais da partida porque a torcida do Athletico é fora de série. Sabendo que teremos dificuldades em alguns momentos, nós precisamos deles [torcedores] conosco”, completou.

Felipão chega ao Athletico após um interesse antigo de Mario Celso Petraglia. A ideia do dirigente é transformar o consagrado comandante em uma espécie de manager, como foi a função de Alex Ferguson no Manchester United.

Apesar de ser diretor técnico, Felipão será o treinador à beira do campo até o fim desta temporada.

A primeira missão é mostrar reação da equipe, principalmente na Libertadores. O time foi goleado por 5 a 0 para o The Strongest e precisa vencer as duas últimas rodadas para se classificar às oitavas de final. 

"Viemos daquele resultado negativo e tivemos que superar psicologicamente essa dificuldade. Foi uma vitória difícil contra o Ceará. E as coisas podem se encaminhar melhor com a gente trabalhando forte aqui dentro”, aposta o novo comandante.

FELIPÃO RESSALTA ADAPTAÇÃO DOS REFORÇOS 

Uma das maiores pressões vividas no Athletico é a expectativa gerada com os diversos jogadores contratados. Para muitos torcedores, esse é o melhor elenco da história do clube.

Apesar de saber da qualidade do elenco, Felipão assegura que é preciso ter um tempo de adaptação e que ajustar o time organizado taticamente pode demorar até 120 doas. 

"Eu vejo que as possibilidades são muito boas. Na formação de um elenco, não são apenas as contratações A, B, C e D que vão chegar, vamos colocar e vão dar certo. Tem que ter adaptação, tem que ter o trabalho, tem que ter o trabalho com os companheiros de equipe, tem que ver a conexão da equipe com esses que estão chegando, tem que saber as características desses jogadores, as características junto com o grupo para ver onde eles se encaixam melhor. E não é de um dia para o outro", completou.

AGENDA DO ATHLETICO

  • Athletico x Tocantinópolis - terça-feira (10/05), às 21h30, na Arena da Baixada
  • Fluminense x Athletico - sábado (14/05), às 21h, no Raulino de Oliveira
  • Athletico x Libertad - quarta-feira (18/05), às 19h, na Arena da Baixada