Fifa desiste de ampliar Copa do Mundo para 48 seleções no Qatar

Folhapress


A Fifa informou nesta quarta (22), por meio de um comunicado em seu site, que a Copa do Mundo de 2022 terá 32 seleções, e não 48, como chegou a ser cogitado pelo presidente da entidade, Gianni Infantino.

“Após um processo de consulta minucioso e abrangente com o envolvimento de todas as partes interessadas relevantes, concluiu-se que, nas circunstâncias atuais, tal proposta não poderia ser feita agora”, comunicou a entidade máxima do futebol mundial.

Uma das possibilidades estudas pela entidade para ampliar o torneio era transferir jogos para Kuwait e Omã. Atualmente, o Qatar sofre com um bloqueio político e econômico de países da região, como os Emirados Árabes Unidos e a Arábia Saudita.

Com mais vagas no Mundial, o objetivo da Fifa era conquistar popularidade entre países com menos tradição, que teriam mais chances de participar do evento, e elevar receitas de patrocínio.

O formato com 32 seleções está vigente desde 1998. A mudança para 48 ocorrerá somente em 2026, quando EUA, Canadá e México sediarão o evento.

Previous ArticleNext Article