Flamengo age rápido após demissão de Ceni e acerta com Renato Gaúcho

Léo Burlã - Folhapress

Renato Gaúcho Flamengo técnico

Após a demissão de Rogério Ceni do comando, o Flamengo acertou a chegada de Renato Gaúcho para ser o novo técnico do time carioca. O acordo foi sacramentado neste sábado (10) e ele já inicia os trabalhos na segunda-feira (12). Falta apenas a assinatura do contrato, que terá duração até o final deste ano.

O tempo curto até o jogo de quarta contra o Defensa y Justicia, pelas oitavas de final da Libertadores, foi preponderante para o acordo entre as partes. Sem muitas opções, o Fla optou por uma escolha mais segura em tempos de crise. Renato chega com o auxiliar Alexandre Mendes.

O casamento não demorou muito para ser consumado e saiu após reunião do treinador com o comando de futebol do Rubro-negro, que sempre viu o ex-gremista como uma alternativa.


Apesar do final feliz, o Flamengo teve de dobrar certa resistência interna ao nome do comandante. Parte desse nariz torcido para o treinador vem desde 2018, quando Landim e companhia venceram o pleito e iniciaram a gestão no Rubro-negro. Na época, o grupo do presidente teve acordo avançado com Renato, mas ele optou pela permanência no Grêmio e o Fla fechou com Abel Braga.

Alguns cardeais da política rubro-negra nunca esqueceram o “não” e guardaram uma ponta de mágoa. A forra destes descontentes veio em outubro do mesmo ano, quando os rubro-negros golearam o Tricolor gaúcho por 5 a 0 e carimbaram o passaporte para a final da Libertadores.

Com Maurício Souza no comando, os rubro-negros encaram no domingo a Chapecoense, às 18h15, no Maracanã, pelo Brasileiro. O time vem de duas derrotas seguidas e busca a reabilitação.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="774895" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]